Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Efeitos genéticos aditivos e não aditivos, grupo genético e sistema de acasalamento nas características métricas da carcaça de novilhos oriundos do cruzamento alternado contínuo Charolês x Nelore / Additive and non-additive genetic effects, genetic group and breeding system on carcass metric characteristics of steers originated from Charolais x Nellore rotational crossbreeding

Pacheco, Paulo Santana; Restle, João; Vaz, Fabiano Nunes; Brondani, Ivan Luiz; Alves Filho, Dari Celestino; Silveira, Magali Floriano da; Segabinazzi, Luciane Rumpel; Freitas, Leandro da Silva; Severo, Marcelo Machado; Nigeliskii, André Fograça.
Semina Ci. agr.; 35(6): 3319-3330, nov.-dez. 2014. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-27034

Resumo

Foram avaliados os comprimentos de carcaça, de perna e de braço das carcaças de 876 novilhos oriundos de gerações sucessivas do cruzamento rotativo entre as raças Charolesa (C) e Nelore (N). Na análise dos dados consideraram-se dois modelos. No Modelo I, os efeitos genéticos foram representados por sistema de acasalamento - SA e grupo genético dentro de sistema de acasalamento - GG(SA), sendo:C e N (definidos), 1/2C1/2N e 1/2N1/2C(G1), 3/4C1/4N e 3/4N1/4C(G2), 5/8C3/8N e 5/8N3/8C(G3) e 11/16C5/16N e 11/16N5/16C(G4). O Modelo II correspondeu ao Modelo I, no entanto, substituindo SA e GG(SA) pelas covariáveis representando a percentagem da raça C no novilho (individual) e na sua mãe (materno) (efeito genético aditivo da raça C em relação à N), e a percentagem de heterozigose no novilho e na sua mãe (efeito genético não-aditivo devido à dominância). Das características métricas da carcaça avaliadas, o comprimento de carcaça foi o mais influenciado pelos efeitos genéticos aditivos raciais e heteróticos, sendo o componente individual de maior importância do que o materno. A raça Charolesa apresentou maior comprimento de carcaça e menores de perna e de braço do que a raçaNelore. A heterose foi positiva e, quando expressa em percentagem, os valores foram muito próximospara todas as características métricas. Os possíveis efeitos genéticos não aditivos representados porepistasia e ligação gênica influenciaram as características da carne avaliadas. Os modelos avaliados se apresentaram similares quanto à eficiência de predição das características. O sistema de cruzamento utilizado é beneficiado pelos efeitos de heterose e complementaridade racial nas características métricas da carcaça de novilhos submetidos a sistema de produção visando o abate aos dois anos de idade.(AU)
Carcass, leg and arm lengths of 876 steers originated from rotational crossbreeding between Charolais (C) and Nellore (N) breeds were evaluated. Two models were used in the analyses. In Model I, genetic effects were represented by breeding system - SA and genetic group nested within SA - GG(SA), being: C and N (straightbreds), 1/2C1/2N and 1/2N1/2C(G1), 3/4C1/4N and 3/4N1/4C(G2), 5/8C3/8N and 5/8N3/8C(G3) and 11/16C5/16N and 11/16N5/16C(G4). Model II corresponded to Model I, however, SA and GG(SA) were substituted by the covariables corresponding to the percentage of C breed ofthe steer (individual) and its mother (maternal) (additive genetic effect of C breed in relation to N),and the percentage of heterozygosis of the individual and its mother (non-additive genetic effect due to dominance). From the evaluated metric carcasses characteristics, carcass length was the most influenced by additive due to breed and heterotic genetic effects, being the individual component of more importance than maternal. C steers showed higher carcass length and lower leg and arm lengths than N. Heterosis was positive and when expressed in percentage, the values were similar for all metric carcasses characteristics. The possible non-additive genetic effects, represented by epistasis and linkage influenced the characteristics. The models were similar with respect to capacity of prediction of characteristics. The crossbreeding system used took advantage of heterosis and breed complementarity, on the carcass metric characteristics of steers submitted to production system with purpose of slaughter at two years of age.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1