Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Seroprevalence and risk factors associated with Neospora caninum in commercial sheep from northwest of Rio Grande do Sul, Brazil / Soroprevalência e fatores de risco associados a Neospora caninum em ovinos comerciais do noroeste do Rio Grande do Sul, Brasil

Consalter, Angélica; Silva, Andressa Ferreira da; Gaia, Vinicius Grangeia; Zanella, Eraldo Lourenso; Souza, Guilherme Nunes de; Ferreira, Ana Maria Reis.
Semina Ci. agr.; 41(2): 703-710, Mar.-Apr. 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-27813

Resumo

Neospora caninum is a widely distributed parasite, which significantly impacts reproduction in ruminants. This study aimed to survey the seroprevalence and risk factors associated with neosporosis infection in commercial herds of sheep in the northwest of Rio Grande do Sul, Brazil. Three hundred sheep serum samples were used to investigate anti-N. caninum antibodies using indirect immunofluorescence reaction at a 1:40 dilution. The presence of anti-N. caninum antibodies was detected in 20.3% (61/300) of the samples evaluated; however, positive reactions were observed in all (13/13) flocks sampled. Sheep breeds > 1 year of age had 1.2-fold higher risk for infection with N. caninum (odds ratio 2.2 [95% confidence interval 1-5.1]; P < 0.001). These findings should raise awareness on the importance of serological screening, identification of risk factors, and maintenance of preventive measures, such as not allowing dogs to contact sheep feed and not offering the placental remains of ruminants to canids.(AU)
Neospora caninum é um parasita amplamente distribuído e de grande importância para a reprodução de ruminantes. O objetivo deste estudo foi realizar um levantamento da soroprevalência e dos fatores de risco associados à neosporose em rebanhos comerciais de ovinos no noroeste do Rio Grande do Sul. Foram utilizadas 300 amostras de soro de ovelhas para investigar anti-N. caninum por Reação de Imunofluorescência Indireta (IFAT) com uma diluição de 1:40. A presença de anticorpos anti-N. caninum foi detectada em 20.3 % (61/300) das amostras avaliadas. Reações positivas foram observadas em todos (13/13) os rebanhos amostrados. Ovinos com mais de um ano tiveram 1.2 mais chances de serem infectados por N. caninum (odds ratio 2.2, intervalo de confiança 1-5.1) (P < 0.001). Com esses dados, chamamos atenção para a importância da triagem sorológica, identificação de fatores de risco e manutenção de medidas de prevalência, como não permitir que os cães entrem em contato com a alimentação das ovelhas e não oferecer os restos placentários dos ruminantes aos canídeos.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1