Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Food deprivation and compensatory growth in juvenile piava, Leporinus obtusidens / Privação alimentar e crescimento compensatório em juvenis de piava, Leporinus obtusidens

Ferreira, Leonardo Schorcht Bracony Porto; Nuñer, Alex Pires de Oliveira.
B. Inst. Pesca; 41(3): 471-478, Jul-Set. 2015. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-28118

Resumo

The growth and body composition of Leporinus obtusidens juveniles (32.0 ± 8.0 g; 137.3 ± 11.9 mm) were evaluated under food deprivation followed by refeeding. Fish were stocked in 130-L tanks (15 fish tank-1), maintained at 26.6 ± 0.3 C, and fed commercial feed (42% crude protein). Four feeding regimes (days fed to apparent satiation × days without food) were evaluated: control (144F:0D), 1D (1F:1D), 6D (6F:6D) or 12D (12F:12D). The greatest increase in weight and growth rates was observed in control. Fish in 1D, 6D or 12D grew to 73, 64 and 65% in weight of fish in control treatment, respectively. Total daily food intake was lower in 12D (1.02 ± 0.06 g) compared to control (1.28 ± 0.02 g). Water content of body composition was higher in control, but other parameters were not significantly different. Leporinus obtusidens showed partial compensatory growth, and the pattern of productive performance and final body composition could be adjusted to lipostatic model, since during food deprivation energy reserves are mobilized to maintain metabolism, resulting in weight loss, whereas during refeeding nutrients are used for restoration of energy reserves, slowing growth.(AU)
O crescimento e a composição corporal de juvenis de Leporinus obtusidens (32,0 ± 8,0 g; 137,3 ± 11,9 mm) foram avaliados em condição de privação alimentar seguida por realimentação. Os peixes foram estocados em tanques de 130-L (15 peixes tanque-1), mantidos em 26,6 ± 0,3 C e alimentados com ração comercial (42% de proteína bruta). Quatro regimes de alimentação (dias de alimentação até a saciedade × dias sem alimentação) foram avaliados: controle (144F:0D), 1D (1F:1D), 6D (6F:6D) ou 12D (12F:12D). O maior crescimento em ganho em peso e taxa de crescimento foi no controle. Os peixes dos tratamentos 1D, 6D e 12D cresceram 73, 64 e 65% do peso dos peixes do tratamento controle, respectivamente. O consumo alimentar diário total foi menor em 12D (1,02 ± 0,06 g) quando comparado ao controle (1,28 ± 0,02 g). A umidade da composição corporal dos peixes foi maior no controle, mas os demais parâmetros não foram significativamente diferentes. Leporinus obtusidens apresentou crescimento compensatório parcial, e seu padrão de desempenho produtivo e a composição corporal final poderiam ser ajustados ao modelo lipostático, no qual se prevê que durante a privação alimentar, as reservas energéticas são mobilizadas para a manutenção do metabolismo, resultando em perda de peso, enquanto na realimentação a alocação dos nutrientes é utilizada na restauração das reservas energéticas, diminuindo a velocidade de crescimento.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1