Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Fecundidade e morfometria de Achelous spinimanus (Latreille, 1819) (Brachyura, Portunidae) capturado no litoral do estado de São Paulo, Brasil / Fecundity and morphometry of Achelous spinimanus caught on the coast of São Paulo State, Brazil

De-Carli, Bruno Paes; Severino-Rodrigues, Evandro; Rotundo, Matheus Marcos; Musiello-Fernandes, Joelson; Ancona, Mirela Caleffi.
B. Inst. Pesca; 40(4): 487-495, Out-Dez. 2014. mapas, ilus, graf, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-28710

Resumo

This study provides a description of relative growth and fecundity of a population of Achelous spinimanus. Samples were collected monthly between August/2010 and July/2011 from landings of the pair trawls fleet on the coast of São Paulo state. Crabs were measured with precision caliper and the fresh weight of each individual recorded using a precision scale. Morphometric relationships were adjusted to a power function (y = a xb) and the regression coefficients determined for each category. Males showed a positive allometric growth for chelar propodus (b = 1.34) and females showed positive allometry for abdomen width (b = 1.12). The value of fecundity ranged from 165,750 to 1,058,500 eggs (556,750 ± 212,256) and was verified increase according to the size of females. Due to same observed evidences, such as constant occurrence of ovigerous females and predominance of adults, its possible of the species may be living in the area for reproduction. We emphasize the need for further studies to demonstrate other aspects of exploited population.(AU)
Este estudo forneceu uma descrição do crescimento relativo e fecundidade de uma população de Achelous spinimanus. Amostras foram coletadas mensalmente entre agosto/2010 e julho/2011 provenientes de desembarques da frota de arrasto de parelhas no litoral do estado de São Paulo. Os siris foram mensurados com paquímetro e o peso úmido de cada indivíduo registrado por balança de precisão. Relações morfométricas foram ajustadas a função potencial (y = a xb) e os coeficientes de regressão (b) determinados para cada categoria. Os machos apresentaram crescimento alométrico positivo para o própodo quelar (b = 1,34) e as fêmeas, alometria positiva para a largura do abdômen (b = 1,12). A fecundidade variou de 165.750 a 1.058.500 ovos (556.750 ± 212.256), verificando-se um aumento destes à medida que os animais crescem. Devido a algumas evidências observadas, como a constante ocorrência de fêmeas ovígeras e o predomínio de adultos, é possível inferir que a população analisada utilize esta área para reprodução. Salienta-se a necessidade de outros estudos que demonstrem os demais aspectos da população explorada.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1