Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Efeito da pulverização de conídios de Arthrobotrys conoides na pastagem no controle da verminose em ovinos / Effect of spraying Arthrobotrys conoides conidia on pastures to control nematode infection in sheep

Falbo, Margarete Kimie; Soccol, Vanete Thomaz; Sandini, Itacir Eloi; Novakowiski, Jaqueline Huzar; Soccol, Carlos Ricardo.
Semina Ci. agr.; 36(1): 239-252, Jan.-Fev. 2015. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-28901

Resumo

Este experimento foi realizado para avaliar o efeito da pulverização de conídios do fungo Arthrobotrys conoides (GenBank ID: JN191309) sobre a pastagem visando o controle biológico da verminose em cordeiros. Uma área de 12.000 m2 foi dividida em seis piquetes de 2.000 m2. Dois grupos foram formados: grupo tratamento constituído por três piquetes em que foram pulverizados semanalmente conídios na pastagem na quantidade de 7,5 x 104 conídios m-2. E o grupo controle, onde não foi pulverizado conídios na pastagem que era constituída por aveia preta (Avena strigosa Schreb) e azevém anual (Lolium multiflorum Lam.). Tanto nos piquetes controle quanto nos piquetes que receberam tratamento foram colocados cinco cordeiros naturalmente infectados por helmintos gastrintestinais. A avaliação do controle biológico foi realizada no período de maio a setembro de 2009, por meio da contagem de larvas infectantes (L3) na pastagem; taxa de infecção dos animais monitorados pela contagem de ovos de helmintos por grama de fezes (OPG) e o ganho de peso dos animais. O impacto negativo no solo foi avaliado pelo número de nematoides e fito nematoides de vida livre. O número de larvas infectantes(L3) nas pastagens tratadas reduziu significativamente no final dos meses de agosto e setembro. No final do experimento, houve redução de 52,4% de larvas infectantes na pastagem que foi pulverizado os conídios quando comparado ao grupo controle, diferindo estatisticamente entre si. Durante o período avaliado a redução média na contagem de OPG nos animais foi de 49,1% na pastagem tratada quando comparado ao controle. Os gêneros de helmintos predominantes foram Haemonchus e Trichostrongylus. O ganho de peso dos animais e o número de nematoides do solo não diferiram estatisticamente.(AU)
The effect of spraying pastures with conidia of the fungus Arthrobotrys conoides (GenBank ID: JN191309) for the biological control of gastrointestinal nematode infection-pressure in lambs was assessed. A 12,000-m2 area was divided into six 2,000-m2 fenced areas. Two groups were formed: the treatment group comprised three fenced areas, where conidia were sprayed on the pasture weekly at 7.5 x 104 conidia m-2; and the control group, also comprising three fenced areas, where conidia were not sprayed. The pastures included lopsided oat (Avena strigosa Schreb) and Italian ryegrass (Lolium multiflorum Lam.). Five naturally infected lambs, were placed between July and September in each fenced area. The effectiveness of biological control was assessed between May and September 2009 by counting the number of third-stage larvae (L3) in each pasture. Additionally, the egg output of the sentinel animals was monitored by counting the number of gastrointestinal nematode eggs per gram of faeces (EPG) and the average weight gain was measured. The negative impact on soil was assessed by counting the number of free-living nematodes and phytonematodes. The number of gastrointestinal nematode larvae in the treated pastures decreased. This was significant at two examination days (end August and end of September). At the end of the study, conidia treatment reduced gastrointestinal nematodes on pasture by 52.4% compared to the control group; this difference was statistically significant. Regardingthe whole examination period the average reductions in EPG in treatment group was 49.1% comparedto the control group. The most common genera of gastrointestinal nematodes were Haemonchus andTrichostrongylus. Animal weight gain and soil nematode counts did not differ significantly.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1