Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Simvastatin improves the healing of infected skin wounds of rats / A sinvastatina melhora a cicatrização de feridas infectadas da pele de ratos

Rego, Amália Cínthia Meneses do; Araújo Filho, Irami; Damasceno, Bolívar P. G. L; Egito, Eryvaldo Sócrates Tabosa; Silveira, Ivanaldo Amâncio da; Brandão-Neto, José; Medeiros, Aldo Cunha.
Acta cir. bras.; 22(supl.1): 57-63, 2007. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-2896

Resumo

PURPOSE: This study explores the potential of the simvastatin to ameliorate inflammation and infection in open infected skin wounds of rats. METHODS: Fourteen Wistar rats weighing 285±12g were used. The study was done in a group whose open infected skin wounds were treated with topical application of sinvastatina microemulsion (SIM, n=7) and a second group with wounds treated with saline 0.9 percent (SAL, n=7). A bacteriological exam of the wounds fluid for gram positive and gram negative bacteria, the tecidual expression of TNFá and IL-1â by imunohistochemical technique, and histological analysis by HE stain were performed. RESULTS: The expression of TNFa could be clearly demonstrated in lower degree in skin wounds treated with simvastatin (668.6 ± 74.7 ìm²) than in saline (2120.0 ± 327.1 ìm²). In comparison, wound tissue from SIM group displayed leukocyte infiltration significantly lower than that observed in SAL group (p<0.05). Culture results of the samples taken from wound fluid on fourth post treatment day revealed wound infection in only one rat of group simvastatin (SIM), where Proteus mirabilis, Escherchia coli and Enterobacter sp were isolated. In the rats whose wounds were treated with saline (SAL), polymicrobial infection with more than 100,000 CFU/g was detected in all the wounds. CONCLUSION: In addition to its antiinflammatory properties, the protective effects of simvastatin in infected open skin wounds is able to reduce infection and probably has antibacterial action. The potential to treat these wounds with statins to ameliorate inflammation and infection is promising.(AU)
OBJETIVO: O presente estudo avaliou o potencial da sinvastatina para atenuar a inflamação e a infecção em feridas abertas infectadas de pele de ratos. MÉTODOS: Foram utilizados 14 ratos Wistar pesando 285±12g. O estudo foi realizado com um grupo de animais cujas feridas abertas infectadas foram tratadas com aplicação tópica de sinvastatina microemulsão (SIM, n=7) e um segundo grupo com feridas tratadas com solução salina 0,9 por cento (SAL n=7). Foi realizado exame bacteriológico do fluido das feridas para detecção de bactérias gram positivas e negativas, a expressão tecidual de TNFá e IL-1â por imunohistoquímica e análise histológica pela coloração H-E. RESULTADOS: A expressão do TNFa pode ser claramente demonstrada em menor grau nas feridas de pele tratadas com sinvastatina (668.6 ± 74.7 ìm²) do que no grupo salina (2120.0 ± 327.1 ìm²). Em comparação, os tecidos das feridas do grupo SIM mostrou infiltração leucocitária significantemente menor do que a observada no grupo SAL (p<0,05). O resultado das culturas realizadas no fluido das feridas no 4º dia de tratamento revelou infecção em apenas um rato do grupo sinvastatina (SIM), onde Proteus mirabilis, Escherchia coli e Enterobacter sp foram isolados. Nos ratos cujas feridas foram tratadas com solução salina (SAL), infecção polimicrobiana com mais de 100,000 UFC/g foi detectada em todas as feridas. CONCLUSÃO: Além de suas propriedades antiinflamatórias, o efeito protetor da sinvastatina em feridas abertas e infectadas de pele é capaz de reduzir a infecção e provavelmente tem ação antibacteriana. O potencial da droga para atenuar inflamação e infecção de feridas é promissor.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1