Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Seroprevalence of ovine brucellosis in the microregion of Teresina, Piauí, Brazil / Soroprevalência da brucelose ovina na microrregião de Teresina, Piauí

Teixeira, Letícia Soares de Araújo; Batista, Joilson Ferreira; Silva, Pedro Henrique Fonseca; Cordeiro, Maria Luiza Lima; Amorim, Raissa Costa; Silva, Louis Henrique Miyauchi; Damasceno, Tuanny Creusa Medeiros; Oliveira, Marlene Sipaúba de; Soares, Francisco Felipe Ferreira; Braga, Clarissa de Castro; Cardoso, Janaína de Fátima Saraiva; Mineiro, Ana Lys Bezerra Barradas; Paula, Ney Rômulo de Oliveira.
Arq. Inst. Biol.; 87: e0642019, 2020. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-29367

Resumo

Among the diseases that affect the reproductive system of domestic animals, brucellosis in the sheep species is important because it generates significant economic losses to sheep rearing. Thus, it is a threat to the growth and productivity of sheep herds. In the face of this problem, the objective of the present research was to identify the prevalence of ovine brucellosis in herds in municipalities of the Teresina, Piauí, Brazil microregion by using the agar gel immunodiffusion assay (AGID) and indirect enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) serological tests. Fourteen municipalities were included in the research. Blood samples were collected from 521 pubescent animals by puncturing the jugular vein. After collection, the samples were submitted to the serological techniques, AGID and indirect ELISA, to detect anti B. ovis antibody. Of the 521 samples submitted to the AGIDtest, 23 (4.41%) were sera reagent and 498 (95.58%) negative. The indirect ELISA tests, 24 (4.61%) suspect samples and 497 (95.39%) negative samples were obtained, and there were no reagent animals in this test, only suspect. The seroprevalence of ovine brucellosis in the Teresina, Piauí microregion was 4.41%. Thus, it is possible to identify sheep with reagent serology to infection by B. ovis, that is present in municipalities in the state of Piauí, Brazil. Furthermore, AGIDwas shown to be more sensitive in detecting animals that had had contact with the etiological agent of the disease.(AU)
Dentre as enfermidades que acometem o sistema reprodutivo dos animais domésticos, a brucelose na espécie ovina tem se destacado por gerar prejuízos econômicos significativos à ovinocultura. Dessa forma, apresenta-se como uma ameaça ao crescimento e à produtividade dos rebanhos ovinos. Diante de tal problemática, objetivou-se, por meio desta pesquisa, identificar a prevalência de brucelose ovina em rebanhos pertencentes a municípios da microrregião de Teresina, Piauí, por meio dos testes sorológicos, imunodifusão em gel de ágar (IDGA) e ensaio imunoenzimático (ELISA) indireto. Quatorze municípios foram incluídos na pesquisa. Para sua execução, colheram-se, por punção venosa da jugular, amostras sanguíneas de 521 animais púberes. Após colheita, as amostras foram submetidas às técnicas sorológicas, IDGA e ELISA indireto, para a detecção de anticorpos anti-B. ovis. Das 521 amostras submetidas ao teste de IDGA, 23 (4,41%) foram sororreagentes e 498 (95,58%) negativas. Quanto ao teste ELISA indireto, obtiveram-se 24 (4,61%) amostras suspeitas e 497 (95,39%) amostras negativas, não havendo animais reagentes neste teste, apenas suspeitos. A soroprevalência da brucelose ovina na microrregião homogênea de Teresina, Piauí, foi de 4,41%. Assim, foi possível identificar ovinos com sorologia reagente à infecção por B. ovis, presente em municípios do estado do Piauí. Além disso, a IDGA mostrou-se mais sensível em detectar animais que tiveram contato com o agente etiológico da doença.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1