Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Unusual feline Dirofilaria immitis infection: a case report / Infecção incomum por Dirofilaria immitis em felino: relato de caso

Alberigi, Bruno; Oliveira, Alexandre Calmon de; Vieira, Grazielle Silva Rodrigues; Fernandes, Priscila do Amaral; Labarthe, Norma; Mendes-de-Almeida, Flavya.
R. bras. Parasitol. Vet.; 29(3): e008420, ago. 2020. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-29698

Resumo

Cats are less susceptible to Dirofilaria immitis infection than dogs. Although rare, the feline disease can be fatal even with low parasitic loads. The infection is often asymptomatic or has non-specific symptoms that are mainly associated with the death of immature worms. Microfilaremia is rare and transient. Normally, microfilaremia, when present, lasts for not more than 33 days. This study describes a feline case presenting with non-specific clinical signs and prolonged microfilaremia. Case: a random bred cat infected by feline leukemia virus (FeLV) that was found to be microfilaremic by chance. The infection was detected by the presence of microfilariae in a blood smear and was confirmed by antigen test (SNAP Feline Triple Test, Idexx®) and echocardiogram.(AU)
Gatos são menos susceptíveis à infecção por Dirofilaria immitis do que cães. Apesar de rara, a doença nos gatos pode ser fatal mesmo com baixas cargas parasitárias. Muitas vezes, a doença é assintomática ou apresenta sintomas inespecíficos, principalmente associados com a morte de formas parasitárias imaturas. Microfilaremia é rara e transitória. Normalmente, quando ocorre microfilaremia, ela permanece por, no máximo, 33 dias. Este estudo descreve o caso de um felino que apresentava sinais inespecíficos e microfilaremia prolongada: um gato sem raça definida, portador de infecção pelo vírus da leucemia felina (FeLV) que foi diagnosticado como microfilaremico ao acaso. A infecção foi detectada pela presença de microfilárias em esfregaço sanguíneo e, posteriormente, confirmada pelo teste de antígenos (SNAP Feline Triple Test, Idexx®) e por ecocardiograma.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1