Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Nutrition students beliefs on the nutritional information and nutritional claims in the pre-packaged food products: an application of the Theory of Planned Behavior / Crenças de estudantes de nutrição sobre informação e alegação nutricional em produtos alimentícios: uma aplicação da Teoria do Comportamento Planejado

Fraiz, Gabriela Macedo; Bertin, Renata Labronici; Medeiros, Caroline Opolski.
R. Inst. Adolfo Lutz; 78: e1772, 2019. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-29799

Resumo

This study identified the modal salient behavior, the normative and the control modal beliefs on the nutritional label use for the prepackaged food products among the college students. In November 2015, the exploratory qualitative research was conducted with 19 nutrition students, applying the concepts of Theory of Planned Behavior. Contents analysis of two organized focus groups and the statistical descriptive analysis of quantitative variables were performed. Both focus groups mentioned the advantages of the use of nutritional information, as the assistance for choosing the healthy food. A specific disadvantage associated with the mentioned nutritional claims was this influence on the purchase decisions (behavioral beliefs). The students mentioned their parents and siblings as the peoples who approve the use of this information, when they purchase a product (normative beliefs). Small lettering and difficulty to interpret the portions size indicated in the nutritional information on the labels were the factors, which could difficult their use. Making easy to read the nutritional claims tend to stimulate the purchasing decisions (control beliefs). Eleven salient modal beliefs were identified, which may explain participants behavior when using information and nutrition claims.(AU)
O trabalho teve como objetivo identificar as crenças modais salientes comportamentais, normativas e de controle sobre o uso do rótulo nutricional de produtos alimentícios entre estudantes universitários. Em novembro de 2015, 19 estudantes de nutrição participaram de pesquisa qualitativa exploratória, que abordou conceitos da Teoria do Comportamento Planejado. Foram realizadas a análise de conteúdo de dois grupos focais e a análise estatística descritiva das variáveis quantitativas. Ambos os grupos focais mencionaram vantagens do uso de informações nutricionais, como auxílio na realização de escolhas de alimentos saudáveis. Uma desvantagem específica associada às alegações nutricionais mencionada, foi a influência desta na decisão de compra (crenças comportamentais). Os alunos mencionaram seus pais e irmãos como pessoas que aprovam o uso dessa informação, quando compram um produto (crenças normativas). Quanto às letras pequenas e à dificuldade de interpretar o tamanho das porções, na informação nutricional nos rótulos, foram fatores que poderiam dificultar o uso. Em relação às alegações nutricionais, por serem fáceis de ler, tenderam a estimular as decisões de compra (crenças de controle). Foram identificadas 11 crenças modais salientes, que podem explicar o comportamento dos participantes ao usar a informação e as alegações nutricionais.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1