Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Occurrence of anti-Neospora caninum and anti-Toxoplasma gondii antibodies in horses in the Pantanal of Mato Grosso, Brazil / Ocorrência de anticorpos anti-Neospora caninum e anti-Toxoplasma gondii em equinos do Pantanal Mato-Grossense, Brasil

Laskoski, Luciane Maria; Muraro, Livia Saab; Dittrich, Rosangela Locatelli; Abreu, Renata Azevedo; Koch, Marilia Oliveira; Silva, Fabiana Tieme; Hagi, Rafael Hideki.
Semina Ci. agr.; 36(2): 895-900, mar.-abr. 2015.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-30031

Resumo

This study aimed to evaluate the occurrence of anti-Neospora caninum and anti-Toxoplasma gondii antibodies in horses from Pantanal, in Mato Grosso state. Two hundred blood samples were collected from horses in Pantanal of Mato Grosso, Brazil. The samples were analyzed by IFAT for the detection of anti-Neospora caninum and anti-Toxoplasma gondii antibodies. Antibodies to N. caninum were found in 30 (15%) of 200 horses in titers of 50 (25 horses), 100 (two horses), 200 (two horses), and 400 (one horse). Antibodies to T. gondii were found in five (2.5%) of 200 horses in titers of 50 (three horses), 200 (one horse), and 400 (one horse). One animal showed antibody titers for both coccidian (titers of 200 for N. caninum e 400 for T. gondii). The pantaneiros horses were exposed to Neospora spp. and T. gondii.(AU)
Este estudo teve como objetivo avaliar a ocorrência de anticorpos anti-Neospora caninum. e anti-Toxoplasma gondii em cavalos do Pantanal, no estado de Mato Grosso. Duzentas amostras de sangue foram coletadas de equinos do Pantanal Mato-grossense, Brasil. As amostras foram analisadas pela reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI) para pesquisa de anticorpos anti-Neospora caninum e anti-Toxoplasma gondii. Os anticorpos anti N. caninum foram detectados em 30 (15%) dos 200 cavalos, nos títulos de 50 (25 cavalos), 100 (dois cavalos), 200 (dois cavalos) e 400 (um cavalo). Os anticorpos anti T. gondii foram detectados em cinco (2,5%) dos 200 cavalos, nos títulos de 50 (três cavalos), 200 (um cavalo) e 400 (um cavalo). Em um cavalo verificou-se presença de anticorpos para ambos coccídeos (título de 200 para N. caninum e 400 para T. gondii). Os equinos pantaneiros foram expostos ao N. caninum e T. gondii.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1