Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Adição de óleos de copaíba (Copaifera langisdorffii) e sucupira (Pterodon emarginatus) na alimentação de poedeiras: estabilidade lipídica de gema de ovos armazenados em diferentes temperaturas / Effect of dietary supplementation with oils of copaíba (Copaifera langsdorffii) and sucupira (Pterodon emarginatus): lipid oxidation of egg yolks stored in different temperatures

Oliveira, Geovana Rocha de; Racanicci, Aline Mondini Calil; Tanure, Candice Bergmann Garcia Silva; Lima, Cristiane Bovi de; Souza, Thais Chiozzini de; Migotto, Dannielle Leonardi; Vieira, Afrânio Márcio Corrêa; Stringhini, José Henrique.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 52(4): 325-332, 2015.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-303471

Resumo

The aim of this study was to evaluate the antioxidant effect of dietary supplementation of plant oil resins in laying hens on the oxidative stability of cooked egg yolk kept at 4ºC for 30 days, and fresh eggs stored under refrigeration (R) at the same temperature for 60 days or kept in room temperature (RT) for 30 days. Hens were fed corn- and soybean-based diets (15% CP and 2,900 kcal kg-1) and supplemented with two levels of Copaifera langsdorffii oil resin (CP-0.03; 0.06 and 0.09%) or Pterodon emarginatus oil resin (SC-0.03 and 0.06%), plus a negative control (CN). At 37 weeks of age, 667 eggs were collected and randomly distributed in different storage conditions, in natura or cooked. The progression of lipid oxidation of egg yolk in natura was quantified in quadruplicate and cooked egg yolks in duplicate, using pool of 3 egg yolks/treatment to analyze TBARS (thiobarbituric acid reactive substances) concentration in quadruplicate. Data analysis was performed using a mixed model and Tukey test, at a 5% significance level. The storage period was considered a longitudinal factor, which varied from five times, for R cooked yolk and TA fresh yolk (0-30 days), to nine times, for R fresh yolk (0-60 days). For fresh eggs stored at RT or R, the supplementation of plant oils did not protect egg yolks from lipid oxidation, compared to NC. However, for cooked egg yolks, the addition of 0.03 and 0.06% of CP oil resin showed antioxidant activity since it reduced lipid oxidation up to day 21 of storage, but had a prooxidant effect for 0.09%. Therefore, it can be concluded that the supplementation of copaíba oil resin had an antioxidant protection of cooked egg lipids(AU)
O objetivo deste trabalho foi avaliar a atividade antioxidante da adição de óleos de copaíba (CP) e sucupira (SC) na alimentação de poedeiras sobre a oxidação lipídica de ovos in natura armazenados em temperatura ambiente (TA) por 30 dias e sob refrigeração (R) a 4ºC por 60 dias, e de gemas cozidas mantidas sob R por 30 dias. As poedeiras foram alimentadas com ração isoproteica (15% PB) e isoenergética (2900 kcal kg-1) à base de milho e farelo de soja, com inclusão de óleo de Copaifera langsdorffii (CP) nas proporções de 0,03; 0,06 e 0,09% ou de Pterodon emarginatus (SC) nas proporções de 0,03 e 0,06%, mais um controle negativo (CN). Foram coletados 667 ovos às 37 semanas de idade e distribuídos aleatoriamente nas diferentes condições de armazenamento (TA ou R). A oxidação dos lipídios de ovos in natura foi quantificada em quadruplicata e das gemas cozidas em duplicata, utilizando-se pool de 3 gemas/tratamento para as análises de TBARS (thiobarbituric acid reactive substances). Os dados foram avaliados adotando um modelo misto e as médias foram comparadas pelo teste de Tukey em 5% de nível de significância e o período de armazenamento foi considerado como um fator longitudinal, variando de cinco tempos no experimento com gemas cozidas, e nos ovos in natura sob R e em TA (0 a 30 dias), até nove tempos sob R (0 a 60 dias). Foi observado que a adição de óleo de CP e SC não reduziu os valores de TBARS em ovos in natura armazenados em TA e sob R em relação ao CN. No armazenamento de gemas cozidas, a inclusão CP (0,03 e 0,06%) protegeu os lipídios até os 21 dias, mas apresentou efeito pró-oxidante quando suplementado a 0,09%. Concluiu-se que a inclusão de até 0,06% de óleorresina de CP nas rações de poedeiras pode proteger os lipídios da gema cozida contra a oxidação durante o armazenamento refrigerado por até 21 dias(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1