Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Fish assemblage structure of the Ipanema River, a small lotic environment partially protected by a Conservation Unit in southeastern Brazil / Estrutura da assembleia de peixes do Rio Ipanema, um pequeno ambiente lótico parcialmente protegido por uma Unidade de Conservação no sudeste do Brasil

Oliveira, A. K; Apone, F; Birindelli, J. L. O; Garavello, J. C.
Braz. J. Biol.; 73(2): 259-270, May 2013. mapas, tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-30938

Resumo

A study on the fish assemblage of the Ipanema River, a small affluent of the Tietê River basin in southeastern Brazil, was performed aiming to look for structural patterns of species diversity in small lowland lotic environments. Fish samplings were performed every two months from June 2003 to April 2004 at four sample sites located on the lower stretch of the river. Local assemblage showed to be species rich, with fifty-two species belonging to Characiformes (25 spp.), Siluriformes (19 spp.), Cyprinodontiformes (3 spp.), Gymnotiformes (2 spp.), Perciformes (2 spp.), and Synbranchiformes (1 sp.). Fish fauna was composed of small-sized species ( 200 mm SL) and by individuals of medium (up to 400 mm SL) to large (more than 400 mm SL) sized species. The Ipanema River, such as other small lotic transitional environments in the upper Paraná River drainage, is considered important for conservation of fish fauna because they cover available habitats for persistent populations of small-sized species and for non-persistent individuals or shoals of medium and large-sized fish species, which occupy other habitats along their life-history (e. g. floodplains, oxbow lakes, main channel of great rivers). The importance of the Ipanema River basin for fish fauna conservation is also reinforced by the fact that it is located in a highly impacted region of southeastern Brazil, near the São Paulo metropolitan area.(AU)
Um estudo sobre a estrutura da assembleia de peixes do Rio Ipanema, um pequeno afluente da bacia do Rio Tietê, no Sudeste do Brasil, foi realizado com o objetivo de buscar padrões estruturais de diversidade de espécies em pequenos ambientes lóticos de planícies. Peixes foram coletados a cada dois meses, de junho de 2003 a abril de 2004, em quatro locais de amostragem situados no trecho inferior do rio. A assembleia de peixes se mostrou rica em espécies, com 52 espécies registradas, pertencentes a 40 gêneros, 19 famílias e às ordens Characiformes (25 spp.); Siluriformes (19 spp.); Cyprinodontiformes (3 spp.); Gymnotiformes (2 spp.); Perciformes (2 spp.), e Synbranchiformes (1 sp.). A fauna de peixes foi composta por espécies de pequeno porte ( 200 mm CP) e por indivíduos de espécies que atingem porte médio (até 400 mm CP) e grande (mais de 400 mm CP). O Rio Ipanema, assim como outros pequenos ambientes lóticos de transição entre riachos e grandes rios na drenagem do Alto Rio Paraná, são considerados importantes para a conservação da ictiofauna porque representam habitats disponíveis para populações persistentes de espécies de pequeno porte e para indivíduos ou cardumes não persistentes de espécies de médio e grande porte, que podem ocupar outros habitats (por exemplo, as lagoas marginais, as planícies de inundação e as calhas principais de grandes rios), durante o transcorrer de sua vida. Esta importância para conservação também é ressaltada porque a Bacia do Rio Ipanema é localizada em uma região intensamente impactada do Sudeste do Brasil, próxima à área metropolitana de São Paulo.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1