Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Epidemiological aspects of 306 emergency cases of small animals seen at a veterinary school hospital / Aspectos epidemiológicos de 306 casos emergenciais em pequenos animais atendidos em um Hospital Escola Veterinário

Gonçalvez , Lucas Alaião; Barreto, José Victor Pronievicz; Silva, Natalino Ferreira da; Campos, Olga Pedroso Silva; Yamanaka , Andreia Rizzieri; Kemper, Daniella Aparecida Godoi; Rego, Fabíola Cristine de Almeida; Amude, Alexandre Mendes.
Acta Vet. bras.; 14(4): 252-258, 2020. tab, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-31022

Resumo

The deficiencies in the screening protocols and the paucity of epidemiological studies aimed at emergency care contribute to a generalist emergency approach, without focusing on the most common causes and injuries of emergency admissions in veterinary practice. Thus, we aimed to retrospectively study the epidemiological aspects of emergency cases in dogs and cats under routine care at a veterinary school hospital at University X over 24 months (June 2012June 2014). During this period, 328 cases were considered as emergencies, of which 306 were included in the study. The main causes of emergency admissions in both species were trauma, followed by hypovolemic shock. The third cause differed between species, the most common being neurological emergencies in dogs and urinary emergencies in cats. Knowledge of emergency epidemiological data in the pet clinic is essential for clinical surveillance, case screening, early diagnosis, rapid therapeutic intervention, and avoiding losses in the waiting rooms of veterinary emergency medicine.  
A deficiência nos protocolos de triagem e o número reduzido de trabalhos epidemiológicos voltados para atendimentos de emergência contribuem para uma abordagem emergencial generalista, sem foco nas causas e lesões mais comuns de admissões de emergência na prática veterinária. Dessa forma, o presente trabalho teve como objetivo estudar retrospectivamente os aspectos epidemiológicos dos casos de emergência em cães e gatos no atendimento de rotina em um Hospital Escola Veterinário da Universidade X durante um período de vinte quatro meses (junho 2012 –junho de 2014). Nesse período, foram atendidos 328 casos considerados emergenciais, sendo 306 incluídos, por possuírem todos os dados clínicos e laboratoriais necessários ao estudo. As principais causas de admissões de emergência em ambas espécies foram o trauma, seguido por choque hipovolêmico. A terceira causa diferiu entre as espécies, sendo as emergências neurológicas mais comuns nos cães e as urinárias nos gatos. O conhecimento de dados epidemiológicos de emergência na clínica de animais de companhia é fundamental para vigilância clínica, triagem dos casos, diagnóstico precoce e intervenção terapêutica rápida, a fim de se evitar perdas nas salas de espera de pronto-atendimentos veterinários.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1