Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Botulismo em bovinos de corte e leite alimentados com cama de frango / Botulism in beef and dairy cattle fed with poultry litter

Dutra, Iveraldo S; Dõbereiner, Jürgen; Souza, Aires M.
Pesqui. vet. bras; 25(2): 115-119, abr.-jun. 2005. ilus, tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-3249

Resumo

Surtos de botulismo causados pelos tipos C e D da toxina botulínica são freqüentes no país, estando originalmente associados à osteofagia e à ingestão de alimentos e água contaminados. No presente trabalho são descritos os aspectos epidemiológicos, clínico-patológicos e laboratoriais de sete surtos da intoxicação em bovinos de corte e leite alimentados com cama de frango, ocorridos nos estados de São Paulo e Minas Gerais entre 1989 e 2000. Cinco surtos ocorreram em rebanhos de corte confinados ou criados extensivamente e suplementados com o subproduto, e dois em propriedades leiteiras. De um total de 1.535 animais alimentados regularmente com a cama de frango, 455 (29,64 por cento) morreram em um período que variou de 2 a 4 semanas. A morbidade nos sete surtos estudados variou de 3,47 a 100 por cento, da mesma forma que a mortalidade. Em uma das propriedades a letalidade foi de 60,52 por cento, e em todos os outros surtos ela foi acima de 88,43 por cento; em três propriedades o coeficiente foi de 100 por cento. Os sinais clínicos de paralisia progressiva, dificuldade na locomoção, decúbito e estado mental aparentemente normal, diminuição do tônus da musculatura da língua e cauda, sialorréia e dificuldade respiratória caracterizaram o quadro clínico. A necropsia de 30 animais não foi observada qualquer alteração macroscópica digna de nota. A presença de esporos de Clostridium botulinum foi detectada em amostras de cama de frango colhidas nas sete propriedades. Nas amostras de fígado, líquido ruminal e intestinal, provenientes dos 30 animais necropsiados, foi possível detectar toxinas botulínicas tipos C (5) ou D (9), ou classificada como pertencente ao complexo CD (1), em pelos menos um dos materiais provenientes de 15 animais, confirmando assim o diagnóstico clínico-patológico e epidemiológico de botulismo.(AU)
Outbreaks of botulism caused by type C and D of the botulinum toxin are frequent in Brazil, and are associated with bone chewing and ingestion of contaminated food and water. This paper reports the epidemiological, clinical, pathological and laboratorial aspects of 7 outbreaks of botulism in beef and dairy cattle fed with poultry litter, which occurred in the states of São Paulo and Minas Gerais, 1989-2000. Five outbreaks occurred in beef cattle herds, raised in confinement or under pasture conditions and supplemented with poultry litter, and 2 outbreaks occurred in dairy farms. From o total of 1,535 cattle supplemented regularily with poultry litter 455 animals (29.64%) died within 2 to 4 weeks. Morbidity and mortality varied from 3.47 to 100% in the 7 outbreaks. In one of the farms the lethality was 60.52%, and in others more than 88.43%, reaching 100% in three farms. Clinical signs were progressive paralysis, difficulties in moving, decubitus, normal alertness, decreased muscular tonus of tongue and tail, sialorrhoe and dyspnoe. At post-mortem examination of 30 cattle no noteable changes were observed. Spores of Clostridium botulinum were found in poultry litter samples collected on 7 farms. In liver, ruminal and intestinal fluid samples from 30 necropsied cattle botulinum toxin of type C (5) and D (9) or of the CD complex (1) were found in at least one of the samples collected from 15 animals, which confirms the clincial, pathological and epidemiological diagnosis of botulism.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1