Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

A comparative study on the virulence of entomopathogenic fungi against Trogoderma granarium (Everts) (Coleoptera: Dermestidae) in stored grains rice / Um estudo comparativo da virulência de fungos entomopatogênicos contra Trogoderma granarium (Everts) (Coleoptera: Dermestidae) em grãos armazenados de arroz

Iqbal, J; Ahmad, S; Ali, Q.
Braz. J. Biol.; 82: 1-9, 2022. graf, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-32621

Resumo

Entomopathogenic fungi (EPF) now a possible safer microbial control measure that could be considered as a substitute for chemical control of insect pests. Three EPF viz., Metarihizium anisopliae, Isaria furnosoroseus and Beauveria bassiana were evaluated for their virulence against the grubs of Khapra beetle, Trogoderma granarium (Everts) under laboratory conditions. The isolates were applied by two methods viz., diet incorporation and an immersion method with 3rd instar 20 grubs of T. granarium for each. The virulence of EPF was determined using percent mortality. Significantly higher mortality was observed in M. anisopliae applied through immersion (98.33%) and diet incorporation (93.33%) methods followed by B. bassiana (90.83 and 85.83%, respectively). The mortality caused by I. furnosoroseus was statistically lower in immersion and diet incorporation methods i.e. 81.67 and 73.33%, respectively. Based on the immersion method, all EPF were studied for multiple conidial concentration i.e., 1×104, 1×105, 1×106, 1×107 and 1×108 under the same in-vitro conditions. All the isolates were pathogenic to grub of T. granarium at the highest conidial concentration. M. anisopliae was proved the most effective virulent resulting in 98.33% mortality of the pest with LT50 4.61 days at 1 × 108 conidial concentration followed by 90.83 and 81.67 percent mortality with 5.07 and 8.01 days LT50, in the application of B. bassiana and I. furnosoroseus, respectively. M. anisopliae showed higher efficacy and could be considered as promising EPF for the development of myco-insecticides against effective biocontrol of T. granarium.(AU)
Os fungos entomopatogênicos (FPE) são agora a possível medida de controle microbiano mais segura, que pode ser considerada um substituto para o controle químico de pragas de insetos. Três EPF viz., Metarihizium anisopliae, Isaria furnosoroseus e Beauveria bassiana foram avaliados quanto à sua virulência contra as larvas do besouro Khapra, Trogoderma granarium (Everts) em condições de laboratório. Os isolados foram aplicados por dois métodos, a saber: incorporação de dieta e um método de imersão com 20 larvas de T. granarium de 3º ínstar para cada um. A virulência do EPF foi determinada usando a mortalidade percentual. Mortalidade significativamente maior foi observada em M. anisopliae aplicado pelos métodos de imersão (98,33%) e incorporação de dieta (93,33%), seguido por B. bassiana (90,83% e 85,83%, respectivamente). A mortalidade causada por I. furnosoroseus foi estatisticamente menor nos métodos de imersão e incorporação de dieta, ou seja, 81,67% e 73,33%, respectivamente. Com base no método de imersão, todos os EPFs foram estudados para múltiplas concentrações de conídios, ou seja, 1 × 104, 1 × 105, 1 × 106, 1 × 107 e 1 × 108 nas mesmas condições in vitro. Todos os isolados foram patogênicos à larva de T. granarium na maior concentração de conídios. M. anisopliae provou ser o virulento mais eficaz, resultando em 98,33% de mortalidade da praga com LT50 4,61 dias na concentração de 1 × 108 conídios seguido por 90,83% e 81,67% de mortalidade com 5,07 e 8,01 dias LT50, na aplicação de B. bassiana e I. furnosoroseus, respectivamente. M. anisopliae apresentou maior eficácia e pode ser considerada como um PFE promissor para o desenvolvimento de micoinseticidas contra o biocontrole efetivo de T. granarium.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1