Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Serological diagnosis of visceral leishmaniasis by an enzyme immunoassay using protein A in naturally infected dogs / Diagnóstico sorológico de leishmaniose visceral pelo método de ELISA utilizando proteína A em cães naturalmente infectados

Lima, Valéria Marçal Felix de; Biazzono, Luciane; Silva, Ana Cláudia; Correa, Ana Paula Ferreira Lopes; Luvizotto, Maria Cecília Rui.
Pesqui. vet. bras; 25(4): 215-218, out.-dez. 2005. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-3275

Resumo

Um ensaio de imunoadsorção enzimática para detecção de anticorpos contra Leishmania chagasi, utilizando antígeno total de formas promastigotas lisados foi desenvolvido. Cinqüenta cães com sintomas clínicos de leishmaniose visceral foram examinados. Esta técnica utilizou anti-IgG de cão conjugado a peroxidase ou proteína A conjugado a peroxidase. Foi verificado que nos animais positivos diagnosticados por exame parasitológico direto o ensaio ELISA utilizando proteína A conjugada a peroxidase (média da densidade óptica + ou - desvio padrão 2,078 + ou - 0,631) detecta mais anticorpos do que o sistema utilizando anti-IgG de cão conjugado a peroxidase (média da densidade óptica + ou - desvio padrão 1,008 + ou - 0,437), enquanto para os animais negativos o resultado obtido nos dois sistemas de detecção são similares. Esse resultado sugere que o sistema de ELISA utilizando proteína A conjugado a peroxidase pode ser útil na detecção de animais na fase aguda da infecção e desta forma auxiliar na identificação dos animais positivos e no controle desta importante zoonose. (AU)
A rapid indirect enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) was developed for measuring antibodies against Leishmania chagasi using total antigen from lysed promastigotes. Fifty symptomatic mixed breed dogs from a region of high incidence of visceral leishmaniasis in Brazil were examined. The results showed that in the positive animals, diagnosed by cytological examination, the ELISA using protein A assay system (mean optical density ± SD / 2.078 ± 0.631) detected more antibodies than the anti-IgG assay (mean optical density ± SD / 1.008 ± 0.437), while in the negative animals, the results by both systems were similar. These results suggest that the ELISA assay using protein A peroxidase conjugated could be useful to detect early infected animals in endemic areas, and thus help to control the spread of the infection.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1