Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

INFLUÊNCIA DOS MEIOS DE ESTOCAGEM DURANTE O TRANSPORTE DE OVÁRIOS BOVINOS A 4°C SOBRE A RECUPERAÇÃO E QUALIDADE OOCITÁRIA

DEUS, A. R. S.; SILVA, M. B.; SANTOS, M. V. O.; QUEIROZ NETA, L. B.; BORGES, A. A.; PEREIRA, A. F..
Ars vet; 33(2): 44-50, 2017.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-33187

Resumo

O objetivo foi avaliar diferentes meios na presença e ausência de soro fetal bovino (SFB; 10%) durante o transporte por 24 h de ovários a 4°C sobre a recuperação e a qualidade oocitária bovina. Cinco experimentos foram realizados comparando: (E1) NaCl vs. NaCl+SFB vs. controle (não resfriado), (E2) PBS vs. PBS+SFB vs. controle, (E3) DMEM vs. DMEM+SFB vs. controle, (E4) DPBS vs. DPBS+SFB vs. controle e (E5) melhores resultados dos experimentos anteriores. Após a aspiração folicular, oócitos foram avaliados quanto à qualidade por critérios morfológicos e ensaio de azul cresil brilhante. Ainda, células dos cumulus de oócitos viáveis foram avaliadas quanto à viabilidade pelo azul de tripan. No E1, NaCl permitiu uma maior taxa de recuperação em relação ao NaCl+SFB (46,0% vs. 39,6%), enquanto que os demais parâmetros não foram alterados. Já no E2, o SFB em PBS influenciou positivamente a taxa de recuperação (41,2% vs. 32,8%) e a viabilidade celular (46,3% vs. 41,7%), quando comparado ao PBS. No E3, o SFB em DMEM teve uma influência negativa sobre a taxa de recuperação (39,9% vs. 40,7%) e avaliação morfológica (59,0% vs. 73,1%). Contudo, a adição de SFB ao DMEM se mostrou benéfica à viabilidade celular (42,0% vs. 34,5%). Em relação ao E4, a presença de SFB em DPBS influenciou positivamente a viabilidade celular (50,7% vs. 47,0%). Já no E5, comparando os melhores grupos [NaCl, PBS+SFB,
Biblioteca responsável: BR68.1