Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Live performance, carcass quality, and economic assessment of over 100kg slaughtered pigs / Desempenho, qualidade de carcaça e avaliação econômica de suínos abatidos acima de 100kg

Oliveira, E. A; Bertol, T. M; Coldebela, A; Santos Filho, J. I; Scandolera, A. J; Warpechowski, M. B.
Arq. bras. med. vet. zootec; 67(6): 1743-1750, Nov.-Dec. 2015. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-334092

Resumo

Recent genetic improvement has developed pigs with maximum potential for protein deposit at higher weights; however, their optimal slaughter weight still needs to be determined. The objective of the study was to evaluate live performance, carcass traits, and economic viability of 417 Agroceres PIC pigs slaughtered with 100, 115, 130, and 145kg live weight. Pigs were reared in pens with 10-11 barrows and gilts each, offered a feed allowance of 2.8kg/pig/day until the following slaughter weights (SW): 99.65±0.82kg, 118.53±0.98kg, 133.97±1.17kg, and 143.90±1.24. There was no interaction between sex and SW (P>0.05). Backfat thickness, fat area, and loin eye area linearly increased with SW (P<0.001; R2: 70.12-77.44%), and carcass yield increased in a quadratic manner (P<0.001; R²=24.66%). Lean yield was not affected (P>0.05), and feed conversion ratio (R²=43.29%) linearly worsened with SW (P<0.001), but the effect of SW on live production cost (R$/kg) was quadratic, with the minimum point at 134.8kg. It was concluded that, under the applied management, increasing SW results in larger amount of lean tissue with no change in its yield and little effect on growth performance(AU)
A evolução das linhagens sintéticas de suínos propiciou a obtenção de animais com potencial máximo de deposição proteica em pesos superiores; entretanto o peso ótimo de abate dessas linhagens não é conhecido. O objetivo do estudo foi avaliar o desempenho, características de carcaça e avaliação econômica de 417 suínos da linhagem Agroceres PIC abatidos com 100, 115, 130 e 145kg de peso vivo. Os suínos foram criados em baias com 10-11 machos ou fêmeas, com fornecimento programado de 2,8kg de ração por animal, por dia, a partir de 80kg até os pesos de abate (PA) de 99.65±0.82kg, 118.53±0.98kg, 133.97±1.17kg, e 143.90±1.24. Não houve interação entre sexo e PA (P>0,05). A espessura de toucinho, área de gordura e área de olho de lombo aumentaram linearmente com o PA (P<0,001; R² entre 70,12 e 77,44%), e o rendimento de carcaça aumentou de forma quadrática (P<0,001; R²=24,66%). A porcentagem de carne magra não foi afetada (P>0.05) e a conversão alimentar (R²=43,29%) apresentou discreta piora linear com o PA (P<0,001), mas o efeito sobre o custo de produção (R$/Kg) foi quadrático, com ponto de mínima aos 134,85kg. Conclui-se que, com o manejo utilizado, a elevação do PA resulta em aumento na quantidade de carne produzida sem alteração no seu rendimento e apresenta pouco efeito sobre o desempenho(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1