Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Caracterização morfológica do esôfago de tartarugas-verdes (Chelonia mydas) / Morphologic characterization of the esophagus of green turtles (Chelonia mydas)

Calais Júnior, A; David, J. A. O.; Nunes, L. C..
Arq. bras. med. vet. zootec; 68(1): 127-135, jan.-fev. 2016. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-334135

Resumo

A tartaruga-verde, Chelonia mydas (Linnaeus, 1758), é a mais comum na região costeira do Brasil e a compreensão da morfologia e de processos fisiológicos básicos nesses organismos é importante, podendo fornecer subsídios para estudos evolutivos sobre a espécie. O objetivo deste trabalho foi descrever a morfologia do esôfago de C. mydas, com a finalidade de se produzirem informações que possibilitem análises comparativas com outros quelônios. Utilizaram-se oito animais, provenientes do litoral do Espírito Santo, no período de setembro a novembro de 2014. Obtiveram-se dados de comprimento curvilíneo da carapaça (CCC) e largura curvilínea da carapaça (LCC). O esôfago foi retirado desde a inserção da orofaringe até a porção inicial do estômago para avaliação histomorfológica e medida do comprimento. Foram avaliadas quatro regiões do esôfago. O órgão inteiro foi fixado em formalina a 10% e, posteriormente, foi coletado um fragmento de cada região para processamento histológico e coloração pelas técnicas hematoxilina e eosina (HE), tricrômico de Masson, Gram e ácido periódico-Schiff (PAS). Os animais juvenis possuíam CCC médio de 38,8±6,43cm e LCC média de 35,6±6,59cm; o animal adulto mediu 102,3cm de CCC e 96,9cm de LCC. O comprimento médio do esôfago foi de 20,47±1,56 nos juvenis, e total de 55,6cm no adulto. Observou-se que o esôfago de C. mydas é um órgão tubular muscular constituído de papilas cônicas que variam de quantidade e tamanho à medida que se aproximam do estômago, revestidas por epitélio estratificado pavimentoso queratinizado e ricas em tecido mixoide. Há variação nas camadas mucosa, muscular externa e serosa entre as regiões do esôfago e há presença de glândulas produtoras de muco na mucosa da região da junção gastroesofágica. As características histomorfológicas do esôfago de C. mydas são importantes para exercer as funções mecânica e de proteção da mucosa desse órgão.(AU)
Understanding the morphology and basic physiological processes in Chelonia mydas is extremely important and can provide support for evolutionary studies on the species. The aim of this study was to describe the morphology of C. mydas' esophagus in order to produce data that allows comparative analyses with other turtles. Eight specimens of C. mydas from the coast of Espírito Santo were used during the period from September to November 2014. We obtained the curved carapace length (CCL) and curved carapace width (CCW) in centimetres. The esophagus was completely removed from the insertion region of the oropharynx to the initial portion of the stomach for macroscopic and microscopic evaluation. The measurement on the length and description of the structures in four regions of the esophagus were performed. The entire organ was fixed in 10% formalin and then a one centimetre diameter fragment was collected for histological processing and staining by hematoxylin and eosin (HE), Masson, Gram and periodic acid-Schiff (PAS) techniques. Juvenile animals had average CCL of 38.8 ± 6.43 cm and average CCW of 35.6 ± 6.59 cm; the adult animal had a CCL measurement of 102.3 cm and CCW of 96.9 cm. The average length of the esophagus was 20.47 ± 1.56 in youth, and total 55.6 cm in the adult. It was observed that C. mydas' esophagus is a tubular muscular organ that consists of conical papillae that vary in quantity and size as they approach the stomach, lined by stratified squamous keratinized epithelium and rich in myxoid tissue. There is variation in the mucosal, submucosal, external muscle and serous layers among the four regions of the esophagus and there are mucus-producing glands in the submucosa of the gastroesophageal junction region. The histomorphometric characteristics of C. mydas' esophagus are important to engage the mechanical function and mucosal protection of this organ.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1