Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Chemical composition and phytotoxicity of essential oils of Croton doctoris S. Moore (Euphorbiaceae) / Composição química e fitotoxicidade dos óleos essenciais de Croton doctoris S. Moore (Euphorbiaceae)

Cândido, A. C. S; Scalon, S. P. Q; Silva, C. B; Simionatto, E; Morel, A. F; Stüker, C. Z; Matos, M. F. C; Peres, M. T. L. P.
Braz. J. Biol.; 82: 1-11, 2022. tab, ilus, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-33478

Resumo

Essential oils from the stems and leaves of Croton doctoris were analyzed by gas chromatography and mass spectrometry, resulting in 22 identified compounds. The effects of these essential oils on the germination, root and shoot growth, total chlorophyll content, potential root respiration, peroxidase activity, catalase, superoxide dismutase, and mitotic index in lettuce and onion were determined. Antioxidant, antimicrobial, and cytotoxic activity were also investigated. The results revealed that the stem oil consisted of 15 compounds, of which caryophyllene oxide (24.5%) and E-caryophyllene (13.3%) were the major constituents. The leaf oil contained E-caryophyllene (39.6%) and α-humulene (13.2%) as major compounds. The oils inhibited the germination and growth of lettuce and onion seedlings and reduced chlorophyll content, root respiration, and cell division. They also caused oxidative stress, indicated by the increased activity of the evaluated antioxidant enzymes. These abnormal physiological processes contributed to the inhibition of plant growth. The most pronounced phytotoxic effects were observed in the stem oil. The cytotoxicity tests indicated that leaf oil was more active than stem oil, resulting from the presence of biologically active sesquiterpenes that inhibit the growth of cancer cells.(AU)
Os óleos essenciais do caule e da folha de Croton doctoris foram analisados por cromatografia gasosa (GC) e espectrometria de massa (GC-MS) resultando em 22 compostos identificados. Os efeitos dos óleos essenciais na germinação, crescimento de raízes e parte aérea, teor total de clorofila, respiração radicular, atividade de peroxidase, catalase e superóxido de dimetase e índice mitótico foram determinados em alface e cebola. Atividade antioxidante, antimicrobiana e citotóxica também foram investigadas. Os resultados revelaram que o óleo do caule é constituído por 15 compostos, dos quais os principais são o óxido de cariofileno (24,5%) e E-cariofileno (13,3%). O óleo foliar apresentou E-cariofileno (39,6%) seguido de α-humuleno (13,2%) como compostos majoritários. Os óleos inibiram a germinação e o crescimento das plântulas de alface e cebola e reduziram o conteúdo de clorofila, a respiração radicular e a divisão celular. Eles também causaram estresse oxidativo, indicado pelo aumento da atividade das enzimas antioxidantes avaliadas. Esses processos fisiológicos anormais contribuem para a inibição do crescimento das plantas. Os efeitos fitotóxicos mais pronunciados foram observados no óleo do caule. Nos testes de citotoxicidade observou-se que o óleo das folhas foi mais ativo, resultante da presença de sesquiterpenos biologicamente ativos que atuam inibindo o crescimento das células cancerígenas.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1