Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Physical-physiological quality and early performance of sorghum plants under different boron doses via seed / Qualidade física e fisiológica e desempenho inicial de plântulas de sorgo sob diferentes doses de boro via semente

Batista, Vanessa Aparecida Pereira; Vieira, Henrique Duarte; Pires, José Inácio Coelho; Correia, Laísa Zanelato.
Semina Ci. agr.; 42(06): 3185-3200, nov.-dez. 2021. tab, ilus, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-33495

Resumo

Boron (B) deficiency is commonly found in tropical crops, among which sorghum stands out for its limited yield under B shortage. However, as a micronutrient, the range between its adequate and toxic levels is narrow, thus fertilization should be cautiously applied. Our goal was to evaluate the physiological and physical quality, as well as early performance, of grain sorghum seedlings under different B doses applied via seeds. Treatments consisted of six doses of boric acid (0.0, 2.5, 5.0, 7.5, 10.0, and 12.5 g Kg-¹ seeds) plus a control (uncoated seeds). Boron doses were applied to seeds by coating, in which dolomitic limestone and glue were used for pellet formation. Coated seeds were assessed for physical, physiological, and nutritional characteristics in the laboratory, and early seedling performance was evaluated in a greenhouse. Seed tests were carried out in a fully randomized design, while seedling evaluations were carried out in a randomized block design. Boron application to seeds had no significant effect on seed physical characteristics, despite increases in coated seed sizes. Boron doses had a negative effect on the length and dry mass accumulation of both plant shoot and root. Seed-applied B accumulated mainly in roots and significantly interfered with Ca and Mg accumulations in sorghum seeds, shoots, and roots.(AU)
O boro é um dos nutrientes que mais promovem deficiência nas culturas das regiões tropicais, dentre elas o sorgo se destaca por ter seu rendimento limitado em condições de insuficiência de boro. Entretanto, por ser um micronutriente o boro apresenta limite estreito entre o teor adequado e o nível de toxicidade sendo exigido uma adubação cautelosa. Objetivou-se avaliar a qualidade fisiológica e física e o desempenho inicial de mudas de sorgo granífero submetidas a diferentes doses de boro via sementes. Foram utilizadas seis doses de ácido bórico (0; 2,5; 5,0; 7,5; 10,0; 12,5 g. Kg-¹ de sementes) mais o tratamento controle(sementes não revestidas). As doses de B foram adicionadas às sementes através do processo de revestimento, onde foi utilizado calcário dolomítico e a cola na formação do pelete. Foram realizadas avaliações físicas, fisiológicas e nutricionais das sementes revestidas e o desenvolvimento inicial das plantas em casa de vegetação. Os testes realizados em laboratório foram conduzidos em delineamento inteiramente casualizado e os realizados em casa de vegetação foram em delineamento de blocos ao acaso. A aplicação de B nas sementes não afetou significativamente as características físicas, entretanto houve incrementos no tamanho das sementes revestidas. As doses de B aplicadas às sementes de sorgo influenciaram negativamente no comprimento e acúmulo de massa seca tanto da parte aérea como da raiz das plantas. O B aplicado nas sementes acumulou-se principalmente nas raízes e interferiu significativamente no acúmulo de Ca e Mg nas sementes, parte aérea e raiz das plantas de sorgo.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1