Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Ciclooxygenase inhibitor and metronomic chemotherapy association for the treatment of metastatic anal sac carcinoma in dog: case report / Inibidor de ciclo-oxigenase associado à quimioterapia metronômica no tratamento de carcinoma de saco anal metastático canino: relato de caso

Teixeira, N. C. T.; Bicalho, A. P. C. V.; Vasconcelos, A. V.; Horta, R. S.; Cunha, R. M. C.; Lavalle, G. E..
Arq. bras. med. vet. zootec; 68(4): 913-918, jul.-ago. 2016. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-340774

Resumo

Metronomic chemotherapy consists of an anticancer modality treatment. It is applicable in patients at an advanced stage, with the objective of increasing overall survival. The aim of this study was to report an anal sac apocrine carcinoma case in a dog with lymph node metastasis treated with metronomic chemotherapy sequential to surgery and conventional chemotherapy using gemcitabine and carboplatin. Metronomic chemotherapy was associated with cyclooxygenase-2 (COX-2) inhibitors, due to strong tumor COX-2 immunohistochemistry expression. Metronomic chemotherapy was initiated with cyclophosphamide, but it was replaced by lomustine, also in metronomic dosage, due to adverse effects. Treatment showed effectiveness, since the patient's overall survival exceeded 1095 days (36 months), considerably higher than the mean overall survival expected for this pathology.(AU)
Quimioterapia metronômica consiste em uma modalidade de tratamento anticancerígeno, aplicável a pacientes em estadiamento avançado, com o objetivo de aumentar a sobrevida global. O objetivo deste trabalho foi relatar um caso de carcinoma apócrino do saco anal, em uma cadela, com metástase em linfonodo tratado com quimioterapia metronômica sequencial à cirurgia e quimioterapia convencional utilizando-se gencitabina e carboplatina. O tratamento metronômico foi associado ao uso de inibidores de ciclo-oxigenase-2 (COX-2), baseando-se na constatação de sua expressão tumoral. A terapia metronômica iniciou-se com ciclofosfamida, mas houve necessidade de substituição pela lomustina, também em dose metronômica, devido à ocorrência de efeitos adversos. O tratamento mostrou ser eficaz, pois a sobrevida do paciente ultrapassa 1095 dias (36 meses) desde a cirurgia, sendo consideravelmente maior que a média relatada para essa patologia.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1