Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

B-mode and Doppler ultrasonography of adrenal glands of healthy dogs / Ultrassonografia modo B e Doppler das glândulas adrenais de cães saudáveis

Fernandez, S; Feliciano, M. A. R.; Crivellenti, S. B.; Crivellenti, L. Z.; Simões, A. P. R.; Maronezi, M. C.; Uscategui, R. R.; Capela, C. R.; Gilor, C; Santana, A. E.; Vicente, W. R. R..
Arq. bras. med. vet. zootec. (Online); 68(4): 907-912, jul.-ago. 2016. tab, ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-340775

Resumo

The aim of this study was to determine the vascular indices of adrenal blood flow in healthy dogs (systolic velocity - SV; diastolic velocity - DV; resistance index - RI). Eighteen dogs (thirty six adrenal) were studied. Physical examination, biochemical profile and dexamethasone suppression test were performed to determine general health status. Echotexture, size, contours and margins, and overall shape of the adrenal gland (right and left) were assessed via ultrasound. By spectral Doppler of the phrenic-abdominal artery, the SV, DV, and RI were acquired. Animals did not show alterations in clinical and laboratory examination and suppression of cortisol. Normal homogeneous and echotexture, regular contours and margins and normal shape and size were verified via B mode. Spectral Doppler of the phrenic-abdominal artery showed monophasic-patterned waves and low vascular resistance and systolic peak evident with means values: left adrenal - SV = 31.34cm/s, DV = 9.54cm/s and RI = 0.69; and right adrenal - SV = 27.83cm/s, DV = 7.71cm/s and RI = 0.68. Doppler evaluation of adrenal was easily implemented and may provide base line data in the study, allowing for the use of this technique as a diagnostic tool for diseases of the dog's adrenal.(AU)
Objetivou-se determinar os índices vasculares do fluxo sanguíneo das glândulas adrenais de cães saudáveis (velocidade sistólica - VS; velocidade diastólica - VD; o índice de resistência - IR). Foram utilizados neste estudo 18 cães (36 adrenais). Foram realizados exame físico, perfil bioquímico e teste de supressão com dexametasona para determinar o estado geral de saúde (higidez). Ecotextura, ecogenicidade, tamanho, contornos e margens e o formato das glândulas adrenais (direito e esquerdo) foram avaliados por meio da ultrassonografia convencional. Ao Doppler espectral da artéria frênico-abdominal, foram adquiridos a VS, a VD e o IR. Os animais não apresentaram alterações aos exames clínico, laboratorial e de supressão do cortisol. Ao exame ultrassonográfico, foram verificados ecotextura homogênea, ecogenicidade, formato e tamanhos normais, além de os contornos e as margens serem regulares. Ao Doppler espectral da artéria frênico-abdominal, verificaram-se ondas com padrão monofásico, com resistência vascular baixa e pico sistólico evidente, sendo os valores médios: adrenal esquerda - VS = 31,34cm/s, VD = 9,54cm/s e IR = 0,69; e adrenal direita - VS = 27,83cm/s, VD = 7,71cm/s e IR = 0,68. A avaliação Doppler das adrenais foi facilmente implementada e pode fornecer dados de referência, permitindo a utilização dessa técnica como uma ferramenta de diagnóstico para doenças das adrenais em cães.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1