Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Alterações causadas pela hidrocefalia, induzida por caulim, no corpo caloso de cães adultos / Changes caused by hidrocephalus, induced by kaolin, in the corpus callosum of adult dogs

Cardoso, Edvaldo José Rodrigues; Lachat, João José; Lopes, Luiza Silva; Santos, Antonio Carlos dos; Colli, Benedicto Oscar.
Acta cir. bras.; 26(supl.2): 8-14, 2011. tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-3496

Resumo

PURPOSE: To analyze the ventricular enlargement and myelination of the corpus callosum in adult dogs after four and eight weeks of kaolin-induction of hydrocephalus. METHODS: 36 dogs were randomly divided into 3 groups: 1 - without hydrocephalus, 2 - kaolin-induction of hydrocephalus until the fourth week, and 3 - kaolin-induction of hydrocephalus until the eighth week. Ventricular ratios and volumes were calculated using magnetic resonance images, and myelination of the corpus callosum were histologically evaluated using solocromo-cianin stain. RESULTS: Radiological hydrocephalus was observed in 93.75 percent and overall mortality was 38.4 percent. Ventricular volumes and ratios were higher in groups 2 and 3 compared to group 1 and similar when measures in the fourth and eighth weeks were compared in the group 3. Indices of luminescence in the knee and in the splenium of the corpus callosum were higher in group 2 than in group 1 indicating that there was loss of myelin in group 2, and similar in groups 1 and 3, showing a tendency to remyelination after 8 weeks. CONCLUSION: The corpus callosum of dogs with kaolin-induced hydrocephalus responds with demyelination of the knee and splenium by the fourth week with a tendency to remyelination by the eighth week.(AU)
OBJETIVO: Analisar a dilatação ventricular e a mielinização do corpo caloso em cães adultos após quatro e oito semanas da indução de hidrocefalia por caulin. MÉTODOS: 36 cães foram aleatoriamente divididos em 3 grupos: 1- sem hidrocefalia, 2- quatro semanas de hidrocefalia induzida por caulin, 3- oito semanas de hidrocefalia induzida por caulin. As razões e volumes ventriculares foram calculados utilizando imagens de ressonância magnética, e, a mielinização do corpo caloso por estudo histológico (coloração com solocromo- cianina). RESULTADOS: Hidrocefalia foi observada radiologicamente em 93,75 por cento e a mortalidade global foi de 38,4 por cento. Os volumes e as razões ventriculares foram maiores nos grupos 2 e 3 em relação ao grupo 1 e semelhantes nas quarta e oitava semanas no grupo 3. Índices de luminescência no joelho e no esplênio do corpo caloso foram maiores no grupo 2 em relação ao grupo 1, indicando que houve perda de mielina no grupo 2, e semelhantes nos grupos 1 e 3, mostrando uma tendência à remielinização em torno de 8 semanas. CONCLUSÃO: O corpo caloso de cães com hidrocefalia induzida por caulin responde com desmielinização no joelho e esplênio em torno de quatro semanas com tendência à remielinização em torno da oitava semana.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1