Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Experimental model of ultrasound thermotherapy in rats inoculated with Walker-236 tumor

Morano, José Antonio Carlos Otaviano David; Cordeiro, Naylana; Guimarães, Sergio Botelho; Fechine-Jamacaru, Francisco Vagnaldo; Vasconcelos, Paulo Roberto Leitão de; Moraes Filho, Manoel Odorico de.
Acta cir. bras.; 27(1): 13-17, Jan. 2012. ilus
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-3521

Resumo

PURPOSE: To develop a model to evaluate the effects of focal pulsed ultrasound (US) waves as a source of heat for treatment of murine subcutaneous implanted Walker tumor. METHODS: An experimental, controlled, comparative study was conducted. Twenty male Wistar rats (160-300 g) randomized in 2 equal groups (G-1: Control and G-2: Hyperthermia) were inoculated with Walker-256 carcinosarcoma tumor. After 5 days G-2 rats were submitted to 45ºC hyperthermia. Heat was delivered directly to the tumor by an ultrasound (US) equipment (3 MHz frequency, 1,5W/cm³). Tumor temperature reached 45º C in 3 minutes and was maintained at this level for 5 minutes. Tumor volume was measured on days 5, 8, 11, 14 e 17 post inoculation in both groups. Unpaired t-test was used for comparison. P<0.05 was considered significant. RESULTS: Tumor volume was significantly greater in day 5 and decreased in days 11, 14 and 17 in treated rats. Rats treated with hyperthermia survived longer than control animals. On the 29th day following tumor inoculation, 40 percent of control rats and 77.78 percent of hyperthermia-treated rats remained alive. CONCLUSION: The proposed model is quite simple and may be used in less sophisticated laboratory settings for studying the effects of focal hyperthermia in the treatment of malignant implanted tumours or in survival studies.(AU)
OBJETIVO: Desenvolver um modelo para avaliar os efeitos do ultra-som focal pulsado como fonte de calor para o tratamento de tumores de Walker subcutâneos implantados em ratos. MÉTODOS: Um estudo experimental, controlado, comparativo foi realizado. Vinte ratos Wistar machos (160-300 g) divididos em dois grupos (G-1: Controle e G-2: hipertermia) foram inoculados com tumor de Walker carcinossarcoma-256. Após cinco dias os ratos do grupo G-2 ratos foram submetidos a hipertermia (45ºC). O calor foi aplicado diretamente no tumor por um equipamento de ultrassonografia (3 MHz, 1,5 W/cm³). A temperatura no tumor atingiu 45ºC em 3 minutos e foi mantida nesse nível por 5 minutos. O volume do tumor foi medido nos dias 5, 8, 11, 14 e 17 após a inoculação, em ambos os grupos. Teste t não pareado foi utilizado para comparação. P <0,05 foi considerado significante. RESULTADOS: O volume do tumor foi significativamente maior no 5º dia e diminuiu nos dias 11, 14 e 17 nos ratos tratados. Animais submetidos à hipertermia sobreviveram mais tempo que os animais do grupo controle. Vinte nove dias após a inoculação do tumor, 40 por cento dos ratos do grupo controle e 77,78 por cento dos ratos tratados com hipertermia permaneceram vivos. CONCLUSÃO: O modelo proposto é bastante simples e pode ser utilizado em laboratórios menos sofisticados para estudar os efeitos da hipertermia focal no tratamento dos tumores malignos implantados ou em estudos de sobrevida.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1