Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Relação entre utilização de ferrageamento corretivo com tempo de tratamento e reabilitação de cavalos com laminite crônica / Relationship between the use of therapeutic shoeing, period of treatment and rehabilitation of horses with chronic laminitis

Oliveira, Tiago Marcelo; Pereira, Manuela Manzi Frayze; Silva, Luis Cláudio Lopes Correia da; Fernandes, Wilson Roberto; Baccarin, Raquel Yvonne Arantes.
Braz. j. vet. res. anim. sci; 48(5): 355-360, 2011.
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-3572

Resumo

Foram revisados os dados de 138 equinos com laminite, atendidos no período de dez anos. Destes, 48 casos de laminite crônica foram selecionados com o objetivo de relacionar a recuperação clínica dos cavalos com a utilização de dois métodos diferentes de distribuição de apoio sobre os cascos: palmilha de isopor e palmilha de isopor associada ao ferrageamento. Os cavalos foram divididos de acordo com a recuperação clínica, método de distribuição de apoio escolhido e grau de rotação da terceira falange. Também foi estabelecido o tempo médio de tratamento. Considerando os graus de rotação 3 a 5, 6 a 8, 9 a 11 e acima de 11, e comparados os dois métodos de distribuição de apoio sobre os cascos, não foi observada diferença estatística na porcentagem de animais com recuperação clínica. Contudo, dos animais que utilizaram palmilha de isopor, 43,5 ± 14% recuperaram-se clinicamente, e nos que utilizaram palmilha de isopor associada ao ferrageamento, obteve-se 69,5 ± 19% de recuperação clínica. Não houve correlação entre o aumento do grau de rotação da terceira falange e tempo de tratamento. Também a recuperação clínica dos animais não teve relação com tempo de tratamento. A literatura correlaciona vários fatores ao prognóstico, porém, neste trabalho demonstrou-se que a o retorno à função anteriormente exercida pelo cavalo não está relacionado ao tempo de tratamento, contudo, sofre influência da utilização do método de ferrageamento.(AU)
Data from 138 horses with laminitis treated in the period of ten years were reviewed. Of these, 48 cases of chronic laminitis were selected in order to relate the clinical recovery of horses using two different methods of distribution of body weight on the hooves: foam pad and foam pad associated with shoeing. The horses were divided according to clinical recovery, the weight distribution method chosen and degree of rotation of the third phalange. Also the average time of treatment was established. Considering the degrees of rotation 3-5, 6-8, 9-11 and above 11, and comparing the two methods of distribution of body weight on the hooves, there was no statistical difference in the percentage of animals with clinical recovery. However, 43.5 ± 14% of horses that used foam pad and 69,5 ± 19% of them that used foam pad associated with shoeing recovered clinically. There was no correlation between the increase of the degree of rotation of the third phalanx and treatment time. Clinical recovery of animals was not related to treatment time. Several factors are correlated with prognosis in the literature, but this study demonstrated that the return of the function previously performed by the horse is not related to treatment time, however, is influenced by the use of shoeing.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1