Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Performance and eggs quality of light-weight laying hens submitted to different methods of the beak trimming / Desempenho produtivo e qualidade de ovos de poedeiras leves submetidas a diferentes níveis de debicagem

Bastos-Leite, Silvana Cavalcante; Gomes, Joanatha Vidal; Alves, Marcio Gleice Mateus; Goulart, Claudia de Castro; Silva, Josefa Deis Brito; Medeiros, Fabrízia Melo de.
Acta Vet. bras.; 10(2): 110-115, 2016. tab
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-378878

Resumo

The aim of experiment was to evaluate the effect of different methods of the beak trimming on performance and eggs quality of light-weight laying hens. 216 birds were distributed in a completely randomized design with four treatments and six replicates. The treatments evaluated were: hens no beak trimmed, hens beak trimmed to 7 mm, hens beak trimmed to 6 mm and hens beak trimmed to 5 mm in relation from nostrils to beak. The variables evaluated were feed intake (g), egg production (%), egg weight (g), mortality (%), egg mass (g), conversion per egg mass (kg/kg), conversion per dozen eggs (kg/dz), albumen (%), yolk (%), eggshell (%), broken eggs (%) and cracked eggs (%). There was effect of treatments on variables evaluated. The hens no beak trimmed shown higher feed intake and mortality then other treatments. The conversion per mass and dozen eggs (kg/dz) was few to hens no beak trimmed (P < 0.05). There was no effect of treatments on eggs quality variables. The beak trimming to 5, 6 or 7 mm in relation from nostrils to beak can used to laying hens.(AU)
Objetivou-se avaliar a influência dos diferentes níveis de debicagem, sobre o desempenho e qualidade dos ovos de poedeiras comerciais leves. Foram utilizadas 216 aves em um delineamento inteiramente casualizado, distribuídas em quatro tratamentos, com seis repetições. Os tratamentos utilizados foram: aves não debicadas, aves debicadas a 7 mm, aves debicadas a 6 mm e aves debicadas a 5 mm, sendo essa distância tomada da narina ao bico. As variáveis avaliadas foram: mortalidade, consumo de ração (g), produção de ovos (%), peso dos ovos (g), mortalidade (%), massa de ovos (g), conversão por massa de ovos (kg/kg), conversão por dúzia de ovos (kg/dúzia), percentual de albúmen (%), de gema (%), de casca (%), ovos quebrados (%) e trincados (%). O consumo e a mortalidade foram significativamente maiores nas aves não debicadas. A conversão por massa e por dúzia de ovos foram piores nas aves não debicadas (P < 0,05). As variáveis de qualidade de ovos não foram influenciadas pelos tratamentos. As debicagens a 5, 6 ou 7 mm de distância da narina ao bico podem ser utilizadas em poedeiras leves sem causar prejuízos sobre o desempenho produtivo ou a qualidade dos ovos.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1