Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Danos causados a embriões de Piaractus mesopotamicus, em diferentes estádios de desenvolvimento, após técnica de resfriamento / Post-cooling damage to Piaractus mesopotamicus embryos at different stages of development

Lopes, Tais da Silva; Streit Junior, Danilo Pedro; Ribeiro, Ricardo Pereira; Romagosa, Elizabeth.
Atas saúde ambient.; 2(2): 02-11, Mai-Ago. 2014. ilus, graf
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-378918

Resumo

The present study investigated the effects of 6h- and 10h-storage at -8ºC on the quality and hatch rate of Piaractus mesopotamicus embryos at 4 stages of development. Embryos were exposed to a cryoprotectant solution, cooled down at a rate of 1ºC.min-1 to -8ºC, and stored at this temperature for 6h and 10h, respectively. For control treatment, viable embryos at the 4 developmental stages studied, were selected and taken immediately to the incubator, without going through cooling. The results were evaluated using a multivariate statistical technique (factor analysis). Damage was characterized according to the following variables: uniformity, adhesion, symmetry, margins, and inclusion. Two factors that best explained the variance of each parameter were defined. The control group had the highest hatch rates, and a weak relationship with embryo damage. Although treatments involving 6h and 10h cooling exhibited lower hatch rates and a higher association to damage. The information obtained in this study is useful in promoting improved cryopreservation techniques for fish embryos, indicating the probable conditions under which certain injuries are more frequent.(AU)
O presente estudo investigou o efeito da estocagem de embriões de Piaractus mesopotamicus em quatro diferentes estádios de desenvolvimento, durante 6 e 10 horas a -8ºC na qualidade e taxa de eclosão. Os embriões foram expostos à solução crioprotetora e passaram por curva de resfriamento de 1ºC.min-1 até atingir -8ºC, onde foram mantidos por 6 e 10 horas, respectivamente. Para o tratamento controle, embriões viáveis nos quatro estádios de desenvolvimento estudados, foram selecionados e levados a incubadoras, sem passar por resfriamento. Os resultados foram avaliados usando estatística multivariada (análise de fatores). Os danos causados pelo resfriamento foram caracterizados de acordo com as variáveis: uniformidade, adesão, simetria e bordas das células, além de inserção no vitelo. Foram definidos dois fatores que conseguiram reter maior variância contida nos dados. O grupo controle apresentou alta taxa de eclosão e baixa relação aos danos verificados nos embriões. Enquanto os tratamentos com 6 e 10 horas após resfriamento tiveram taxas de eclosão mais baixas e alta associação aos danos. Os resultados encontrados são importantes, pois indicam condições prováveis em que ocorrem lesões durante o processo de resfriamento das células, contribuindo assim para o aperfeiçoamento da técnica de criopreservação de embriões.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1