Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Síndrome da ansiedade de separação (SAS) em cães atendidos no hospital veterinário da UNICASTELO, Fernandópolis, SP / Separation anxiety syndrome (sas) in dogs from Fernandopolis, SP, referred to Unicastelo Veterinary Hospital

Novais, Adriana Alonso; Lemos, Dayane de Souza Arruda; Faria Junior, Domingos de.
Ci. Anim. bras.; 11(1): 205-211, 2010. tab, graf
Artigo em Português | VETINDEX | ID: vti-3814

Resumo

A síndrome da ansiedade de separação (SAS) é definida como o conjunto de comportamentos exibidos por cães quando são deixados sozinhos. É considerada um dos problemas comportamentais mais comuns da espécie. Os sinais clínicos básicos da SAS são vocalização excessiva, destruição de objetos, defecação e micção em locais impróprios, acarretando prejuízos na qualidade de vida dos animais. Sendo uma das causas de abandono e eutanásia desses animais, a SAS foi pesquisada em cães atendidos no Hospital Veterinário da Unicastelo em Fernandópolis, SP, no período de dezembro de 2007 a dezembro de 2008, mediante levantamento realizado em 75 animais, compreendendo trinta (40%) machos adultos, nove (12%) machos jovens, trinta (40%) fêmeas adultas e seis (8%) fêmeas jovens. Os cães foram avaliados com base em informações fornecidas pelos proprietários, utilizando um questionário comportamental. Da população geral estudada, 35 cães (47%) apresentavam vocalização excessiva, 29 (39%) realizavam micção em locais impróprios, 17 (23%) defecavam em locais impróprios e 22 (29%) destruíam objetos nos períodos de ausência dos donos. A análise dos resultados obtidos permite concluir que, dos 75 animais estudados, 51(68%) apresentaram SAS, sendo 23 machos adultos (77%), 6 machos jovens (67%), 19 fêmeas adultas (63%) e 3 fêmeas jovens (50%).(AU)
The separation anxiety syndrome (SAS) is defined by a group of altered behaviors showed by dogs when they are left alone, contributing for the most common behavior problems in this specie. The basic clinical signs of SAS are the following: distress vocalization (whining, barking, howling), destructiveness and house soiling. SAS reduce the animals life quality and is a frequent cause of abandonment and euthanasia of these dogs. The goal of this research was to verify the occurrence of SAS in dogs from Fernandopolis, SP, referred to the veterinary hospital of Unicastelo, in the period lying between december/2007 and december/2008. Seventy five animals were studied, comprising 30 (40%) adult males, 9 (12%) young males, 30 (40%) adult females and 6 (8%) young females. The dogs were evaluated through data given by the owners, according to a behavior questionnaire. From the general studied population, 35 dogs (47%) showed distress vocalization, 29 (39%) dogs showed micturition at inappropriate places, 17 (23%) dogs showed defecation at inappropriate places and 22 (29%) showed destructiveness during the periods of the owners absence. From the obtained results we may conclude the occurrence of SAS in 68% of the studied dogs.(AU)
Biblioteca responsável: BR68.1
Localização: BR68.1