Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Effect of N-acetylcysteine on lung injury induced by skeletal muscle ischemia-reperfusion: histopathlogical study in rat model / Efeito de N-acetilcisteína em dano pulmonar induzido por isquemia-reperfusão de músculo esquelético: estudo histopatólogico em modelo de rato

Sotoudeh, Amir; Takhtfooladi, Mohammad Ashrafzadeh; Jahanshahi, Amirali; Asl, Adel Haghighi Khiabanian; Takhtfooladi, Hamed Ashrafzadeh; Khansari, Mohammadreza.
Acta cir. bras.; 27(2): 168-171, 2012. ilus, tab
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-4083

Resumo

PURPOSE: To investigate whether N-acetylcysteine, a free radicals scavenger has a protective effect against lung injury as a remote organ after skeletal muscle ischemia-reperfusion. METHODS: Twenty Wistar male rats were divided randomly into two experimental groups: group ischemia-reperfusion (group I) and group ischemia-reperfusion + N-acetylcysteine (group II). All animals were undergone two hours of ischemia by occlusion femoral artery and 24h of reperfusion. Before clamped the femoral artery, 250 IU heparin was administered via the jugular vein to prevent clotting. Rats that were treated with N-acetylcysteine given IV at a dose of 150 mgkg-¹, immediately before reperfusion. After 24h of reperfusion, animals were euthanized and left lung harvested for histopathological analysis under light microscopy. RESULTS: In the group I, tissues showed histological changes with intra-alveolar edema, intra-alveolar hemorrhage and neutrophilic infiltration. Histopathologically, there was a significant difference (P = 0.005) between two groups. CONCLUSION: Administration of N-acetylcysteine treatment significantly decreased lung injury induced by skeletal muscle ischemia reperfusion according to histological findings.(AU)
OBJETIVO: Investigar se N-acetilcisteína, neutralizador de radicais livres, tem efeito protetor contra dano pulmonar como um órgão remoto após isquemia-reperfusão de músculo esquelético. MÉTODOS: Vinte ratos machos Wistar, foram aleatóriamente distribuídos em dois grupos: grupo isquemia-reperfusão (grupo I) e grupo isquemia-reperfusão +N-acetilcisteína (grupo II). Todos os animais foram submetidos a duas horas de ischemia pela oclusão artéria femoral e 24 horas de reperfusão. Antes de ocluir a artéria femoral, foi administrado 250 IU de heparina pela veia jugular para prevenir coagulação. A N-acetilcisteína foi administrada por via intravenosa, na uma dose de 150 mgkg-1, imediatamente antes de reperfusão. Após 24 horas de reperfusão, os animais foram eutanasiados e o pulmão esquerdo foi removido para análise histológica em microscopia óptica. RESULTADOS: No grupo I, os tecidos mostraram alterações histológicas com edema e hemorragia intra-alveolar e infiltração neutrofílica. Houve diferença histopatológica significante (P = 0.005) entre os dois grupos. CONCLUSÃO: O tratamento com a N-acetilcisteína diminuiu significantemente o dano pulmonar induzido por isquemia-reperfusão de músculo esquelético.(AU)
Biblioteca responsável: BR1.1
Localização: BR68.1