Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Revisão e atualização da lista das aves do Rio Grande do Sul, Brasil

A. Bencke, Glayson; A. Dias, Rafael; Bugoni, Leandro; Eduardo Agne, Carlos; S. Fontana, Carla; N. Maurício, Giovanni; B. Machado, Diogenes.
Iheringia. Sér. Zool.; 100(4)2010.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-437777

Resumo

The list of birds of the state of Rio Grande do Sul (281,749 sq. km), southern Brazil, is revised and updated. Species were included in the list according to two main criteria: (i) occurrence in the state documented with tangible evidence - study skin or complete specimen, photograph, video or vocal recording - published in the literature or available for independent verification in scientific collections or archives of public access, or (ii) at least one state record supported by non-material evidence allowing an unequivocal diagnosis of the taxon, such as a circumstantiated report, published or provided to the authors, containing a detailed description of or reference to the diagnostic features observed. Species mentioned for the state that do not conform to these criteria were not included in the main list and were regarded as probable or hypothetical, according to the evidence available and the distributional coherence of the existing records. The final list comprises 661 species, of which 649 are documented by physical evidence. Another 10 and 16 species are listed as probable and hypothetical, respectively. Compared with the previous list, 44 species were added and seven were excluded or substituted, resulting in a net increase of 37 species. Fregetta grallaria (Vieillot, 1818), Polytmus guainumbi (Pallas, 1764), Nonnula rubecula (Spix, 1824), Stymphalornis acutirostris Bornschein, Reinert & Teixeira, 1995, Fluvicola albiventer (Spix, 1825), and Xenopsaris albinucha (Burmeister, 1869) are mentioned for the state for the first time. The number of species added since the last review corresponds to an average increase of slightly more than four species per year. By examining the recent additions in retrospect, it is clear that the number of bird species known to occur in Rio Grande do Sul should continue to grow at a similar rate over the next decade or so. In view of this, some guidelines for improving future revisions of the state checklist are proposed. In order to better understand new occurrences of birds over time, the use of adequate criteria to distinguish range extensions from range expansions, and instances of vagrancy from pseudo-vagrancy, is recommended.
Neste artigo, a lista das aves do estado do Rio Grande do Sul (281.749 km²) é revisada e atualizada. A inclusão de espécies na lista seguiu dois critérios principais: (i) ocorrência no estado documentada por evidência tangível - pele ou espécime completo, foto, vídeo ou gravação de áudio - publicada na literatura ou disponível para verificação independente em coleções ou arquivos científicos de acesso público, ou (ii) pelo menos um registro no estado acompanhado de evidência não-material que permita a identificação segura do táxon, tal como um relato circunstanciado, publicado ou fornecido aos autores, contendo descrição detalhada ou referência às características diagnósticas observadas. Espécies com registros específicos para o estado que não estão em conformidade com esses critérios não foram incluídas na lista principal e foram consideradas "prováveis" ou "hipotéticas", de acordo com as evidências disponíveis e a coerência distribucional dos registros existentes. A lista resultante contém 661 espécies, das quais 649 estão documentadas por evidências físicas. Outras 10 e 16 espécies são consideradas de ocorrência provável e hipotética, respectivamente. Em comparação com a lista anterior, 44 espécies foram adicionadas e sete táxons foram excluídos ou substituídos, resultando em um incremento de 37 espécies. Fregetta grallaria (Vieillot, 1818), Polytmus guainumbi (Pallas, 1764), Nonnula rubecula (Spix, 1824), Stymphalornis acutirostris Bornschein, Reinert & Teixeira, 1995, Fluvicola albiventer (Spix, 1825) e Xenopsaris albinucha (Burmeister, 1869) são aqui mencionadas para o estado pela primeira vez. O número de espécies adicionadas desde a última revisão da lista corresponde a um aumento médio de pouco mais de quatro espécies por ano. A análise retrospectiva das adições recentes indica que o número de espécies de aves com ocorrência assumida no Rio Grande do Sul deverá continuar crescendo a uma taxa similar ao longo da próxima década. Em vista disso, são propostas ações práticas para aperfeiçoar o processo de revisão da lista estadual no futuro. Também é recomendada a aplicação de critérios adequados para distinguir entre extensões e expansões de distribuição, e entre casos de vagância e pseudo-vagância, para que as novas ocorrências de aves registradas no estado ao longo do tempo possam ser mais bem interpretadas.
Biblioteca responsável: BR68.1