Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

The effect of feed supplementation on the onset of puberty in Brazilian dairy heifers

Meirelles, C.F.; Abdalla, A.L.; Vitti, D.M.S.S..
Sci. agric.; 51(2)1994.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-438829

Resumo

Most Brazilian dairy production is conducted by small holders whose general management skills and feeding programs are often deficient. One common problem directly attributed to underfeeding is that heifers rarely reach sexual maturity before 15 months of age. Groups of growing heifers were treated to detect the effects of protein supplementation and antihelmintic treatment on sexual maturity. The first ovulation occurred at 513 ± 44 and 573 ± 36 days (P .01) in supplemented and control groups, respectively. Liveweight gains from start of the trial to the first ovulation were 378 ±.02 and 331 ±.04 g for suplemented (S) and control (C) groups. Only 52.17 % of heifers in C group (11 of 23) but 95.65 % in S group (22 of 23) reached sexual maturity before the age of 18 mo (P .01). Animals with anthelmintic treatment had better growth performance than the controls.
A maior parte da produção de leite no Brasil é fornecida por pequenos proprietários cujos programas de alimentação e manejo são freqüentemente deficientes. Um problema freqüente diretamente relacionado com a subnutrição é que raramente uma novilha atinge a maturidade sexual antes dos 15 meses de idade. Grupos de novilhas foram tratadas para detectar os efeitos da suplementação proteica e tratamento antihelmíntico sobre a maturidade sexual. A primeira ovulação ocorreu 513 ± 44 e 573 ± 36 dias (P 0,01) nos grupos suplementados e controle, respectivamente. Os ganhos de peso vivo do início do ensaio à primeira ovulação foram 378 ± 0,02 e 331 ± 0,04g para os grupos suplementados (S) e controle (C). Somente 52,17% das novilhas no grupo C (11 em 23) mas 95,65% no grupo S (22 em 23) alcançaram a maturidade sexual antes de 18 meses de idade (P 0,01). Os animais com tratamento antihelmíntico tiveram uma melhor desempenho no crescimento que os controles.
Biblioteca responsável: BR68.1