Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Survival and mutant production induced by mutagenic agents in Metarhizium anisopliae

Kava - Cordeiro, V.; Luna - Alves - Lima, E.A.; Azevedo, J.L..
Sci. agric.; 52(3)1995.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-438954

Resumo

A wild strain of Metarhizium anisopliae, an entomopathogenic fungus, was submitted to three mutagenic agents: gamma radiation, ultraviolet light and nitrous acid. Survival curves were obtained and mutants were selected using different mutagenic doses which gave 1 to 5% survival. Morphological and auxotrophic mutants were isolated. Morphological mutants were grouped in a class with yellow conidia and other with pale vinaceous conidia as opposed to the green wild type conidia. Auxotrophic mutants had requirements for vitamin and aminoacid biosynthesis. More than 58% of the total auxotrophk mutants required proline/aipnine. Gamma radiation showed to be the most efficient mutagenic agent giving 0.2% of auxotrophk mutants followed by ultraviolet light (0.12%) and nitrous acid (0.06%).The conidial colour and auxotrophk mutants isolated until now from M. anisopliae were reviewed.
Uma linhagem selvagem do fungo entomopatogênico Metarhizium anisopliae foi submetida à ação de três agentes mutagênicos: radiação gama, luz ultravioleta e ácido nitroso. Curvas de sobrevivência foram obtidas para cada mutagênicos utilizado e mutantes foram selecionados a partir de doses dos mutagênicos que proporcionassem de 1 a 5% de sobrevivência. Mutantes morfológicos para a coloração de conídios e mutantes auxotróficos foram isolados. Mutantes para coloração de conidios foram agrupados em duas classes, uma com conídios amarelos e outra com conídios vinho pálido. Os mutantes auxotróficos obtidos foram deficientes para aminoácidos e vitaminas e mais de 58% deles eram auxotróficos para prolina/argmina. Radiação gama foi o mutagênico mais eficiente com uma porcentagem de obtenção de mulantes auxotróficos de aproximadamente 0,2%, seguido pela luz ultravioleta (0.12%) e pelo ácido nitroso (0.06%).Os mulantes morfológicos e auxotróficos obtidos até o momento em Metarhizium anisopliae foram revistos.
Biblioteca responsável: BR68.1