Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

EFICIÊNCIA DO HERBICIDA OXADIARGYL NO CONTROLE DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DO ARROZ (Oryza sativa L.) IRRIGADO

José Aparecido Dario, Geraldo; Boller Gallo, Paulo.
Sci. agric.; 56(1)1999.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-439177

Resumo

In order to evaluate the agronomical efficiency of the herbicide oxadiargyl on weed control in irrigated rice (Oryza sativa L.), sowm in a drained field, an experiment was established in Mococa, SP, Brazil, in November 1993. The product was applied in pre-emergence conditions of the crop and weeds, at rates of 320, 400, 480 and 560g/ha, plus a control product (oxadiazon), used in two formulations at rates of 1,000g/ha. The results allowed to conclude that: oxadiargyl is highly efficient against Cyperus iria at all rates tested; and against Echinochloa colonum and Ischaemum rugosum at rates of 400, 480 and 560g/ha. Oxadiargyl caused light phytotoxicity to the rice plants, when applied at rates of 480 and 560g/ha, but the symptoms disappeared 60 days after application. Due to weed control, oxadiargyl caused an increase in rice yield as compared to the non-weeded control.
Visando avaliar a eficiência agronômica do herbicida oxadiargyl no controle de plantas daninhas ocorrentes na cultura do arroz (Oryza sativa L.) irrigado, semeado em solo drenado, instalou-se ensaio em condição de campo no município de Mococa, SP, em novembro de 1993. O produto foi aplicado em pré-emergência da cultura e das plantas daninhas, nas doses de 320, 400, 480 e 560 g/ha e como padrão utilizou-se duas formulações de oxadiazon, ambas em doses de 1.000 g./ha. Os resultados obtidos permitem concluir: o herbicida oxadiargyl é eficiente no controle da tiririca-do-brejo (Cyperus iria) nas quatro doses testadas e do capim-arroz (Echinochloa colonum) e capim-macho (Ischaemum rugosum) nas três maiores doses; o herbicida oxadiargyl causa leve fitointoxicação à cultura quando aplicado nas duas maiores doses, com os sintomas desaparecendo aos 60 dias após a aplicação; em função do controle das plantas daninhas, o herbicida oxadiargyl aumenta significativamente a produção de grãos de arroz em relação à testemunha não-capinada.
Biblioteca responsável: BR68.1