Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Combining ability of maize inbred lines evaluated in three environments in Brazil

Lourenço Nass, Luciano; Lima, Marlene; Vencovsky, Roland; Boller Gallo, Paulo.
Sci. agric.; 57(1)2000.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-439362

Resumo

For tropical areas like Brazil, genotype x environment interaction is an important source of variation. Our objectives were to examine the combining abilities and their interaction with environments in ten selected maize (Zea mays L.) inbred lines in diallel crosses and to identify candidates for promising hybrid combinations. Crosses and checks were evaluated through a 7 x 7 triple lattice design at three locations during the 1984/85 season. Several agronomic traits were evaluated, but here only data on ear yield are discussed. Yield data were adjusted for stand variation (correction to 50 plants per plot) and grain moisture (15.5%). Data for ear yield were analysed using an adaptation of Griffings method IV for complete diallel crosses, and experiments were repeated in several environments. The means of the crosses over all environments ranged from 6.6 t/ha to 10.3 t/ha. The combining ability analysis of diallel data across environments showed highly significant (P 0.01) effects for environment, general combining ability (GCA), specific combining ability (SCA), and GCA x environment interaction. The SCA x environment interaction was not significant. Results showed that both GCA and SCA were important for this diallel cross. Considering the 13 hybrids that showed higher yields than the commercial hybrid controls, contributions by GCA and SCA effects were 56% and 44%, respectively. On the other hand, selecting only the best five hybrids, SCA effects were always more important than GCA effects for each environment and over all environments.
Em regiões tropicais a interação genótipo x ambiente é uma importante fonte de variação. Esse estudo teve por objetivos avaliar em cruzamentos dialélicos as capacidades de combinação e suas interações com ambientes e identificar as combinações híbridas mais promissoras entre dez linhagens selecionadas de milho (Zea mays L.). Os híbridos e as testemunhas foram avaliados no delineamento látice triplo 7 x 7 em três ambientes durante o ano agrícola de 1984/85. Nesse trabalho são discutidos apenas os dados de produção de grãos, os quais foram corrigidos para a variação de estande (50 plantas por parcela) e umidade de grão (15,5%). Os dados de peso de espigas foram analisados utilizando-se uma adaptação do método IV de Griffing, no qual os cruzamentos obtidos no dialélico completo são avaliados em vários ambientes. A média dos híbridos considerando todos os ambientes variou de 6,6 t/ha a 10,3 t/ha. Na análise dialélica conjunta foram detectadas diferenças altamente significativas (P 0,01) para ambientes, capacidade geral de combinação (CGC), capacidade específica de combinação (CEC) e para a interação CGC x ambientes; a interação CEC x ambientes não foi significativa. Os resultados obtidos mostraram que tanto CGC como CEC foram importantes para esse conjunto de híbridos. Para os 13 híbridos mais produtivos as contribuições dos efeitos da CGC e CEC foram 56% e 44%, respectivamente. Por outro lado, tomando-se apenas os cinco melhores híbridos, os efeitos da CEC foram sempre mais expressivos em relação aos efeitos da CGC, para cada híbrido e na média dos ambientes.
Biblioteca responsável: BR68.1