Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Propriedades físicas de um Cambissolo Húmico afetadas pelo tipo de manejo do solo

Bertol, Ildegardis; Fernando Beutler, Josué; Leite, Dirceu; Batistela, Odair.
Sci. agric.; 58(3)2001.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-439552

Resumo

Physical degradation of soils favors water erosion. Because of its intensity, conventional tillage usually acellerates the soil erosion process. Therefore, no-tillage is considered a soil conservation management system, because it preserves crop residues on soil surface. However, no-tillage may also increase bulk density and decrease surface soil total porosity. This study investigates the effects of soil management on a Haplumbrept, from May 1995 to November 1999, in the region of Lages, SC, Brazil. Three soil tillage treatments were used: conventional tillage (plowing plus disking), no-tillage and natural pasture. The crop sequences used were maize and vetch in the no-tillage system, and maize and fallow in the conventional tillage system. Soil strength and mean weight diameter of soil aggregates (MWD) were evaluated for soil layers of 0-2.5 cm, 2.5-5.0 cm, 5.0-10.0 cm and 10.0-15.0 cm. Soil water intake rate was also evaluated. The MWD did not differ betwen treatments for the 0-2.5 cm layer; in the other layers the soil presented higher values for the natural pasture and no-tillage treatments. Soil strength was higher for the no-tillage treatment in the 0-2.5 cm layer. The water intake rate was higher in the soil of the conventional tillage as compared to other management treatments.
A degradação das propriedades físicas do solo é um dos principais processos responsáveis pelo aumento da erosão hídrica. O preparo convencional predispõe o solo a este processo, já que é executado com intenso revolvimento mecânico do solo. A semeadura direta, por outro lado, é um sistema de manejo conservacionista, pois a ausência de preparo mantém os resíduos vegetais e aumenta o teor de matéria orgânica na superfície, apesar de aumentar a densidade e diminuir a porosidade superficial do solo. O trabalho foi desenvolvido num CAMBISSOLO HÚMICO alumínico, em Lages- SC, de maio de 1995 a novembro de 1999, com o objetivo de avaliar as modificações em algumas propriedades físicas do solo afetadas pelo manejo. Os tratamentos foram, preparo convencional executado com uma aração+duas gradagens (PCO) e semeadura direta (SDI), ambos com quatro repetições, além de um tratamento de campo nativo pastejado (CNP), com duas repetições. Na SDI foram cultivadas ervilhaca e milho em sucessão e, no PCO, adotou-se a sucessão milho seguido de pousio. Foram avaliadas a resistência do solo ao penetrômetro e diâmetro médio ponderado de agregados (DMP), ambos nas profundidades de 0-2,5; 2,5-5,0; 5,0-10,0 e 10,0-15,0 cm, e a taxa de infiltração de água no solo. O tipo de manejo não afetou o DMP na camada de 0-2,5 cm; nas demais camadas, no entanto, o CNP e SDI apresentaram valores maiores do que o PCO, não diferindo entre si. A resistência do solo ao penetrômetro foi maior na SDI do que nos demais tratamentos, na camada de 0-2,5 cm. A taxa de infiltração de água no solo, tanto inicial quanto final, foi maior no PCO do que nos demais tratamentos.
Biblioteca responsável: BR68.1