Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Espectrofotometria de proteínas totais em plasma de sangue bovino por análise em fluxo

Caseri de Luca, Gilmara; Freire dos Reis, Boaventura.
Sci. agric.; 59(2)2002.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-439629

Resumo

Total protein concentration in plasma samples is normally used as a parameter to control animal health and nutritional conditions. Normal concentration levels are in the range of 60 to 85 g L-1 total protein for animals of good development. The methods proposed for its determination generally present as a disadvantage an excessive handling during operation. In this work an automated flow procedure for total protein determination in bovine serum samples, employing the Biuret method, was developed. The system, including an automatic injector commutator and a three way solenoid valve computer controlled, was designed in order to permit on line sample dilution. Since protein standard solutions were introduced with and without dilution. A dilution factor was estimated and used to calculate protein concentration obtained after on-line dilution of the samples. Solutions samples were inserted through a three way solenoid valve that allows precise dilution minimizing hand operations. The analytical range for total protein determination was 2.5 to 20.0 g L-1, and considering the dilution employed, bovine plasma samples with 12.5 to 100.0 g L-1 of total protein were analysed. The procedure presented a 2.8% rsd and analytical frequency of 76 determinations per hour. Results were in good agreement with the traditional method (Biuret) and no significant difference was verified at 95%.
A concentração de proteína total em plasma é um parâmetro utilizado no controle da saúde e nutrição animal, sendo que a faixa de concentração considerada normal para animais em bom desenvolvimento situa-se entre 60 e 85 g L -1. Os métodos analíticos propostos para esta determinação geralmente apresentam como limitação a excessiva manipulação das amostras. Este trabalho descreve o desenvolvimento de um procedimento de análises em fluxo para a determinação de proteína total em plasma de sangue bovino, empregando o método do Biureto. O sistema em fluxo, constituído por um injetor comutador automático e uma válvula solenóide de três vias controlados por um microcomputador, foi projetado visando permitir diluição em linha das amostras. Um fator de diluição era estimado procedendo-se a diluição em linha de uma solução com concentração conhecida de albumina e este fator era empregado para o cálculo final das concentrações das amostras após diluição em linha. As soluções das amostras eram inseridas através da válvula solenóide, a qual permitia precisas diluições, diminuindo operações manuais. A faixa analítica estabelecida foi entre 2,5 e 20,0 g L-1, e considerando a diluição gerada, amostras de plasma bovino contendo entre 12,5 e 100,0 g L-1 de proteína total puderam ser analisadas. O procedimento apresentou desvio padrão relativo de 2,8 %, e a freqüência analítica alcançada foi de 76 determinações por hora. Os resultados foram comparados com o método tradicional de análises (Biureto) e não foram observadas diferenças estatisticamente significativas a 95%.
Biblioteca responsável: BR68.1