Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Nitrogen and silicon fertilization of upland rice

Mauad, Munir; Alexandre Costa Crusciol, Carlos; Grassi Filho, Hélio; Corulli Corrêa, Juliano.
Sci. agric.; 60(4)2003.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-439824

Resumo

Silicon is not considered an essential element for plant development and growth, but its absorption brings several benefits to some crops, especially rice, by increasing cellular wall thickness, providing mechanical resistance to the penetration of fungi, improving the opening angle of leaves and making them more erect, decreasing self-shading and increasing resistance to lodging, especially under high nitrogen rates. To evaluate the effects of nitrogen and silicon fertilization on vegetative and yield components, plant height, and yield of rice cultivar IAC 202, an experiment was carried out combining three nitrogen rates (5, 75 and 150 mg N kg-1 soil) applied as urea, and four silicon rates (0, 200, 400 and 600 mg SiO2 kg-1 soil) applied as calcium silicate. Trial was set up in a completely randomized design 3 ´ 4 factorial scheme, (N = 5). Nitrogen fertilization increased the number of stems and panicles per square meter and the total number of spikelets, reflecting on grain productivity. Excessive tillering caused by inadequate nitrogen fertilization reduced the percentage of fertile stalks, spikelet fertility and grain mass. Silicon fertilization reduced the number of blank spikelets per panicles and increased grain mass, but did not affect grain productivity.
O silício não é considerado um elemento essencial para o crescimento e desenvolvimento das plantas, entretanto, sua absorção traz inúmeros benefícios, principalmente ao arroz, como aumento da espessura da parede celular, conferindo resistência mecânica a penetração de fungos, melhora o ângulo de abertura das folhas tornando-as mais eretas, diminuindo o auto-sombreamento e aumentando a resistência ao acamamento, especialmente sob altas doses de nitrogênio. O presente trabalho teve por objetivo avaliar os efeitos da adubação nitrogenada e silicatada nos componentes vegetativos, nos componentes da produção, na altura da planta e na produtividade da cultivar de arroz IAC 202. O experimento foi constituído da combinação de três doses de nitrogênio (5, 75 e 150 mg de N kg-1 de solo) aplicado na forma de uréia e quatro doses de silício (0, 200, 400 e 600 mg de SiO2 kg-1 de solo), aplicado na forma de silicato de cálcio. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado em esquema fatorial 3 ´ 4 (N = 5). A adubação nitrogenada aumentou o número de colmos e panículas por metro quadrado e o número total de espiguetas, refletindo na produtividade de grãos. O perfilhamento excessivo causado pela adubação nitrogenada inadequada causou redução na porcentagem de colmos férteis, na fertilidade das espiguetas e da massa de grãos. A adubação silicatada reduziu o número de espiguetas chochas por panícula e aumentou a massa de grãos sem, contudo, refletir na produtividade de grãos.
Biblioteca responsável: BR68.1