Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Praziquantel, levamisol e diflubenzuron no controle de Dolops carvalhoi (Crustacea: Branchiura) e Anacanthorus penilabiatus (Monogenea: Dactylogyridae) em Piaractus mesopotamicus Holmberg, 1887 (Osteichthyes: Characidae)

Henrique Canello Schalch, Sergio; Ruas de Moraes, Flávio; Edésio Soares, Vando.
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-441751

Resumo

This assay evaluated the control efficacy of diflubenzuron, praziquantel and levamisole added to the diet of pacu (Piaractus mesoptamicus) infected with Anacanthorus penilabiatus and Dolops carvalhoi. 19 water tanks of 300 L capacity were utilized with 28 fish in each one. The treatments were made by mixing the active principles in the diet. The experiment was evaluated in four harvests done 1 day before and 3, 7 and 15 days after the treatment. The medicated feeding was applied for 7 days. The results of efficacy suggest that the diflubenzuron alone or associated with levamisole and praziquantel was efficient against the crustacean D. carvalhoi and the efficacy in the 3, 7 and 15 days evaluations ranged from 96,2 to 100%. Against the monogenean the drugs did not present efficacy. The results suggest the use of diflubenzuron for the control of D. carvalhoi in captive fishes in special conditions.
Neste trabalho, avaliou-se a eficácia antiparasitária do praziquantel, levamisol e diflubenzuron administrados via oral, adicionados à ração, para pacus (Piaractus mesopotamicus) infectados por Anacanthorus penilabiatus e Dolops carvalhoi. Foram utilizadas 19 caixas d'água de 300 L de capacidade, comportando 28 peixes cada. Os tratamentos foram feitos misturando os princípios ativos nas dietas. A intensidade parasitária e eficácia foram avaliadas 1 dia antes e 3, 7 e 15 dias após o início da alimentação com ração contendo diflubenzuron, levamisol e praziquantel isolados ou associados em diferentes concentrações por 7 dias. Os resultados da eficácia terapêutica sugerem que, isoladamente ou associado com levamisol e praziquantel, o diflubenzuron é eficiente contra o crustáceo D. carvalhoi, demonstrando que a eficácia dos tratamentos nos dias 3, 7 e 15 variou de 96,2 a 100%. Contra os monogenóides, as drogas não apresentaram eficácia satisfatória. Os resultados sugerem o uso do diflubenzuron para o controle de D. cavalhoi em peixes de cativeiro e em condições de quarentenário.
Biblioteca responsável: BR68.1