Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Systematics and biogeography of the genus Phalloptychus Eigenmann, 1907 (Cyprinodontiformes: Poeciliidae: Poeciliinae)

H. F. Lucinda, Paulo.
Neotrop. ichthyol; 3(3)2005.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-442787

Resumo

The genus Phalloptychus is revised. Phalloptychus iheringii is removed from the synonym of P. januarius. Three species are recognized: P. eigenmanni, P. januarius, and P. iheringii. Phalloptychus eigenmanni can be distinguished from its congeners by the number of pelvic-fin rays in females, the number of predorsal scales, and the predorsal distance in females. Phalloptychus iheringii and P. januarius can be distinguished by the number of epipleural ribs, number of gonopodial rays, and a significantly different number of vertical bars along body side in females. Lectotypes are designated for Girardinus iheringii and G. januarius. Redescriptions and known distribution ranges are provided for each species as well as an identification key. Derived features supportting the monophyly of the genus and infrageneric clades are presented and discussed. The biogeo-graphic implications of the geographic distribution of Phalloptychus species are discussed.
O gênero Phalloptychus é revisado. Phalloptychus iheringii é retirado da sinonímia de P. januarius, e três espécies são reconhecidas: P. eigenmanni, P. januarius e P. iheringii. Phalloptychus eigenmanni pode ser distinguido dos seus congêneres pelo número de raios da nadadeira pélvica das fêmeas, pelo número de escamas pré-dorsais, e pela distância pré-dorsal nas fêmeas. Phalloptychus iheringii e P. januarius podem ser distinguidos pelo número de costelas epipleurais, pelo número de raios gonopodiais e por um número significantemente diferente de barras verticais ao longo dos flancos das fêmeas. Lectótipos são designados para Girardinus iheringii e G. januarius. Redescrições e amplitudes de distribuição conhecida são apresentadas para cada espécie bem como uma chave de identificação. São apresentados e discutidos caracteres derivados que corroboram a monofilia do gênero e dos clados infragenéricos. As implicações biogeográficas da distribuição geográfica das espécies de Phalloptychus são discutidas.
Biblioteca responsável: BR68.1