Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Shiitake (lentinula edodes) production on a sterilized bagasse substrate enriched with rice bran and sugarcane molasses

Henrique Rossi, Ivan; Carlos Monteiro, Antonio; Octavio Machado, José; Luciano Andrioli, João; Carlos Barbosa, José.
Braz. J. Microbiol.; 34(1)2003.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-443691

Resumo

This investigation was performed to evaluate the biological efficiency (BE), mean mushroom weight (MMW), mean number of mushroom (MNM) and mushroom quality of Shiitake [ Lentinula edodes (Berk.) Pegler] when grown on a sterilized substrate composed by sugarcane bagasse enriched with rice bran and sugarcane molasses. The proportions of rice bran were 0, 15, 20, 25 and 30% (dry weight/dry weight of bagasse); and the concentrations of sugarcane molasses were 0, 30 and 60 g/kg (dry weight/dry weight of bagasse plus rice bran). Four flushes were obtained during the production cycle, providing 3 accumulated productions which were used for production analysis. The substrate supplemented with 25 and 30% rice bran yielded the highest BE (98.42 and 99.84%, respectively, about 230 days after spawning) and MNM and initially produced a lower MMW than the substrates supplemented with 15 and 20% rice bran. Any amount of rice bran added to the sugarcane bagasse improved mushroom quality, with the best production of marketable mushrooms obtained by the addition of 15% rice bran. The largest amount of sugarcane molasses (60 g/kg) increased BE (90.3 and 23.6%, on first and second accumulated productions, respectively) and MNM and no quantity affected mushroom quality.
Este trabalho foi conduzido com o objetivo de avaliar a eficiência biológica (EB), o peso e número médio (PMC e NMC) e a qualidade dos cogumelos de Shiitake [ Lentinula edodes (Berk.) Peger] cultivado em substrato esterilizado, elaborado à base de bagaço de cana-de-açúcar, enriquecido com farelo de arroz e melaço de cana-de-açúcar. As proporções de farelo de arroz usadas foram 0, 15, 20, 25 e 30% (peso seco/peso seco de bagaço) e as concentrações de melaço de cana-de-açúcar utilizadas foram 0, 30 e 60 g/kg(peso seco/peso seco de bagaço mais farelo de arroz). Obteve-se quatro colheitas, constituindo três produções acumuladas que foram usadas para as análises de produção. Os substratos contendo 25 e 30% de farelo de arroz produziram os maiores valores de EB (98,42 e 99,4%, respectivamente, cerca de 230 dias após a inoculação) e PMC, e inicialmente, produziram um NMC menor que os substratos contendo 15 e 20% de farelo de arroz. Qualquer quantidade de farelo de arroz adicionado ao bagaço de cana-de-açúcar melhorou a qualidade dos cogumelos e a melhor produção de cogumelos comercializáveis foi obtida com a adição de 15% de farelo de arroz. A maior quantidade de melaço de cana-de-açúcar (60 g/kg) aumentou a EB (90,3 e 23,6%, na primeira e segunda produções acumuladas, respectivamente) e PMC, e nenhuma quantidade adicionada influenciou a qualidade dos cogumelos.
Biblioteca responsável: BR68.1