Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Antimicrobial properties of sclerotiorin, isocHromophilone VI and pencolide, metabolites from a Brazilian cerrado isolate of Penicillium sclerotiorum van Beyma

M.F. Lucas, Esther; C. Monteiro de Castro, Mateus; A. Takahashi, Jacqueline.
Braz. J. Microbiol.; 38(4)2007.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-444186

Resumo

As a part of a research program that aims to identify antibacterial and antifungal substances from fungus specimen of Brazilian's cerrado soil samples, Penicillium sclerotiorum was identified as a source of secondary metabolites possessing antibiotic activities. This microorganism was cultured in a liquid medium rich in glucose for fifteen days. The resulting ethyl acetate extract was chemically fractionated leading to the isolation of three metabolites pencolide, sclerotiorin and isochromophilone VI. The antimicrobial disc assay activity of these substances towards Candida albicans, Streptomyces pyogenes, Staphylococcus aureus, Salmonella typhimurium and Escherichia coli was performed. Minimum inhibitory concentration (MIC) of the compounds was determined. All compounds showed distinguished antimicrobial activities.
Como parte de um programa de pesquisa visando a identificação de substâncias antibacterianas e antifúngicas a partir de espécies fúngicas isoladas de solo do cerrado, foi estudado o fungo Penicillium sclerotiorum van Beyma. Este microrganismo foi cultivado em meio líquido rico em glicose e, após extração com acetato de etila, este foi quimicamente fracionado levando ao isolamento de três metabólitos pencolídeo, esclerotiorina e isocromofilona VI. A atividade destas três substâncias, por meio de teste de difusão em discos, contra Candida albicans, Streptomyces pyogenes, Staphylococcus aureus, Salmonella typhimurium e Escherichia coli foi avaliada. A concentração inibitória mínina das substâncias ativas foi determinada.
Biblioteca responsável: BR68.1