Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Periodontal profile and presence of periodontal pathogens in young African-Americans from Salvador, BA, Brazil

Valéria Victor, Ligia; Cavalca Cortelli, Sheila; Romeiro Aquino, Davi; de Carvalho Filho, Jonas; Roberto Cortelli, José.
Braz. J. Microbiol.; 39(2)2008.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-444227

Resumo

This cross-sectional study evaluated the periodontal status and the presence of periodontopathogens in 132 young, black ethnic subjects who live in Salvador/Bahia-Brazil and have never smoked. Periodontal Probing Depth (PPD), Clinical Attachment Level (CAL), Plaque Index (PI) and Gingival Index (GI) were measured and analyzed by ANOVA and Wilcoxon tests (p 0.05) according to gender and age. The presence of A.actinomycetemcomitans, P.gingivalis, E.corrodens and F.nucleatum was determined by PCR and was analyzed by ANOVA, Wilcoxon, Student-t tests (p 0.05). Mean values of PPD and CAL were 2.18 and 1.0mm, respectively. Clinical parameters did not show differences between subjects of varying gender and age. The microbial prevalence was observed to be 95.45% for E.corrodens followed by F.nucleatum with 68.18%, A.actinomycetemcomitans with45.45% and P.gingivalis with 40.9%. An association between the presence of pathogens and gender and age was not observed (p 0.05). PPD, CAL and PI were not associated with P.gingivalis; however, GI appeared in higher frequencies among subjects without P.gingivalis. In this young, black ethnic, Brazilian population, a high percentage (96.96%) of subjects harbored at least one selected periodontal pathogen, but most subjects showed a healthy periodontal status. Further investigations are required to evaluate the actual influence of the presence of these bacterial species.
O objetivo do presente estudo foi avaliar a condição periodontal e presença de periodonto-patógenos em uma amostra de 132 jovens não fumantes, afro-descendentes, residentes em Salvador/Bahia-Brasil. Profundidade de Sondagem (PS), Nível Clínico de Inserção (NCI), Índice de Placa (IP) e Índice Gengival (IG) foram mensurados e analisados pelos testes ANOVA e Wilcoxon (p 0,05) em função do gênero e idade dos indivíduos. A. actinomycetemcomitans, P. gingivalis, E. corrodens e F. nucleatum foram identificados por PCR e analisados por ANOVA, Wilcoxon e t de Student (p 0,05). Foram observados valores médios de PS e NCI de 2,18 e 1,0mm respectivamente. Os parâmetros clínicos avaliados não sofreram influência dos fatores gênero e idade (p 0,05). E. corrodens foi a bactéria mais prevalente (95.45%), seguido de F. nucleatum (68.18%), A. actinomycetemcomitans (45.45%) e P. gingivalis (40.9%). Não foi observada associação entre os patógenos periodontais pesquisados com o gênero e idade dos indivíduos (p 0,05). PS, NCI e IP não estiveram associados a presença de P. gingivalis, todavia para o parâmetro IG este mostrou alta freqüência entre os indivíduos que não alocaram P. gingivalis. Nessa população jovem de brasileiros afro-descendentes um percentual (96,96%) elevado de indivíduos apresentou pelo menos um patógeno periodontal, mas mostraram-se clinicamente saudáveis. Outras investigações são necessaries para avaliar a real influencia da presença dessas espécies bacterianas.
Biblioteca responsável: BR68.1