Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Evaluation of DNA extraction protocols for Brucella abortus pcr detection in aborted fetuses or calves born from cows experimentally infected with strain 2308

Matrone, M.; Keid, L.B.; Rocha, V.C.M.; Vejarano, M.P.; Ikuta, C.Y.; Rodriguez, C.A.R.; Ferreira, F.; Dias, R.A.; Ferreira Neto, J.S.
Braz. J. Microbiol.; 40(3)2009.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-444412

Resumo

The objective of the present study was to improve the detection of B. abortus by PCR in organs of aborted fetuses from infected cows, an important mechanism to find infected herds on the eradication phase of the program. So, different DNA extraction protocols were compared, focusing the PCR detection of B. abortus in clinical samples collected from aborted fetuses or calves born from cows challenged with the 2308 B. abortus strain. Therefore, two gold standard groups were built based on classical bacteriology, formed from: 32 lungs (17 positives), 26 spleens (11 positives), 23 livers (8 positives) and 22 bronchial lymph nodes (7 positives). All samples were submitted to three DNA extraction protocols, followed by the same amplification process with the primers B4 and B5. From the accumulated results for organ, the proportion of positives for the lungs was higher than the livers (p=0.04) or bronchial lymph nodes (p=0.004) and equal to the spleens (p=0.18). From the accumulated results for DNA extraction protocol, the proportion of positives for the Boom protocol was bigger than the PK (p 0.0001) and GT (p=0.0004). There was no difference between the PK and GT protocols (p=0.5). Some positive samples from the classical bacteriology were negative to the PCR and viceversa. Therefore, the best strategy for B. abortus detection in the organs of aborted fetuses or calves born from infected cows is the use, in parallel, of isolation by classical bacteriology and the PCR, with the DNA extraction performed by the Boom protocol.
O objetivo do presente estudo foi aperfeiçoar a detecção de Brucella abortus pela PCR em homogeneizados de órgãos de fetos abortados por vacas infectadas, importante mecanismo para descobrir focos da doença na fase de erradicação. Assim, foram comparados diferentes protocolos de extração de DNA, visando à detecção de B. abortus pela PCR em amostras clínicas colhidas de abortos ou de bezerros oriundos de vacas desafiadas com a estirpe 2308 de B. abortus. Para tanto, foram construídos dois grupos padrão ouro com base na bacteriologia clássica, constituídos por: 32 pulmões (17 positivos), 26 baços (11 positivos), 23 fígados (8 positivos) e 22 linfonodos bronquiais (7 positivos). Todas essas amostras foram submetidas a três protocolos de extração de DNA, seguidos do mesmo processo de amplificação com os primers B4 e B5. Nos resultados acumulados por órgão, a proporção de positivos nos pulmões foi maior que a encontrada nos fígados (p=0,04) e nos linfonodos bronquiais (p=0,004), e igual a verificada nos baços (p=0,18). Nos resultados acumulados por método de extração de DNA, a proporção de positivos para o protocolo de Boom foi maior que a verificada para o PK (p 0,0001) e GT (p=0,0004). Não houve diferença entre os protocolos PK e GT (p=0,5). Algumas amostras positivas ao isolamento foram negativas à PCR e vice-versa. Assim, a melhor estratégia para se pesquisar B. abortus em tecidos de fetos abortados ou de bezerros nascidos de vacas infectadas é a utilização, em paralelo, do isolamento e da PCR, com extração do DNA pelo método do Boom.
Biblioteca responsável: BR68.1