Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Heavy metals in tributaries of Pampulha Reservoir, Minas Gerais

C. RIETZLER, A.; L. FONSECA, A.; P. LOPES, G..
Braz. J. Biol.; 61(3)2001.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-445627

Resumo

A great amount of heavy metals enter Pampulha Reservoir via it's main tributaries (Sarandi and Ressaca). Although no water quality classification has been carried out for these tributaries, the reservoir is expected to be in class 2 of the CONAMA-86 system. As part of a monitoring scheme of the Pampulha Watershed, heavy metals (Zn, Pb, Cd, Ni, Cu, Cr, Mn and Fe) were investigated in the water at a control site (considered free from direct human influence) and at potential sites of toxicity and contamination during August (dry season) and November (wet season) of 1998. The results for the first sampling period showed relatively high concentrations of zinc (0.22 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1) in the upper portion of the reservoir. The highest values of nickel and chromium (0.19 and 0.89 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1, respectively) were found in the initial portion of the Sarandi Stream, while the highest concentrations of lead (0.05 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1), cadmium (0.014 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1), manganese (0.43 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1) and iron (15.25 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1) were detected in the Ressaca Stream by the landfill dump of Belo Horizonte. A relatively high concentration of cadmium was also detected at the confluence of the two streams. During the second sampling period, there was an increase in the concentrations of zinc at all sampling sites except the control, with values varying from 0.71 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1 (the Sarandi Stream) to 2.50 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1 (the Ressaca Stream). Lead, cadmium, nickel and chromium concentrations were also higher in the Ressaca Stream, but not detected at the other sampling sites. Copper values were higher than in the first period: 0.10 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1 at the control up to 0.38 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1 at the confluence of the streams. Similar results were found for manganese and iron, with values reaching up to 19.30 and 125 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1, respectively. Moreover, all values recorded in the second sampling period were much higher than recommended for class 2 waters. These results emphasize the need for such monitoring in relation to better water quality management of this reservoir.
Os efluentes lançados nos principais tributários da represa da Pampulha (Sarandi e Ressaca) estão em grande parte representados por metais pesados. Embora não haja enquadramento para a qualidade da água destes tributários, por apresentarem trechos canalizados, os limites recomendados para o reservatório o classificam como classe 2. Dentre os aspectos ecotoxicológicos considerados no monitoramento da Bacia da Pampulha, foram investigados teores de metais pesados (Zn, Pb, Cd, Ni, Cu, Cr, Fe e Mn) na água, em locais com potencial de toxicidade e contaminação, durante agosto (estação seca) e novembro/98 (estação chuvosa). Os primeiros resultados mostraram concentrações relativamente elevadas de zinco (0,22 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1) na porção inicial do reservatório. No início do Córrego Sarandi, foram encontrados os maiores teores de níquel e cromo (0,19 e 0,89 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1, respectivamente), enquanto as maiores concentrações de chumbo (0,05 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1), cádmio (0,014 mg. L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1), manganês (0,43 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1) e ferro (15,25 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1) foram encontradas no Córrego Ressaca, onde está situado o aterro sanitário de Belo Horizonte. Uma concentração relativamente elevada de cádmio também foi verificada na junção dos córregos Sarandi e Ressaca. No segundo período de análises, verificou-se um aumento nas concentrações de zinco em todos os pontos de amostragem, exceto no controle, com valores entre 0,71 (Córrego Sarandi) e 2,50 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1 (Córrego Ressaca). Chumbo, cádmio, níquel e cromo apresentaram-se em maiores concentrações no Córrego Ressaca, não tendo sido detectados nos demais pontos de amostragem. Os valores de cobre foram mais elevados que os obtidos em agosto/98, entre 0,10 (controle) e 0,38 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1 (junção). O mesmo foi verificado em relação ao manganês e ao ferro, cujos valores chegaram a 19,3 e 125,0 mg.L FONT FACE=Symbol>- /FONT>1, respectivamente. Além disso, todos os valores de metais detectados no segundo período de amostragem estiveram muito acima dos valores recomendados para águas classe 2. Os resultados mostram a necessidade de continuidade do monitoramento desses metais, devido ao interesse na melhoria da qualidade da água do reservatório.
Biblioteca responsável: BR68.1