Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Spatial distribution of Plecoptera nymphs in streams of a mountainous area of Central Brazil

C. BISPO, P.; G. FROEHLICH, C.; G. OLIVEIRA, L..
Braz. J. Biol.; 62(3)2002.
Artigo em Inglês | VETINDEX | ID: vti-445714

Resumo

In this paper the spatial distribution of Plecoptera nymphs in the Almas' River basin, Pirenópolis, GO, was studied. Two Surber samples, each comprising 20 sampling units and totalling 2 m², were taken in each of the 13 stations, one during the rainy season (January 1994) and the second during the dry season (July 1994). In 5 of these stations, monthly samplings were made from June 1993 to July 1994; in these, temperature, velocity, discharge, electrical conductivity and pH were measured. Regional rainfall was also obtained. To ascertain the distribution of nymphs in the habitat, a separate sample was taken. Of the factors considered, the most important affecting the spatial distribution of the stonefly nymphs were altitude, stream order, and anthropic influence. Locally, the genera Anacroneuria and Kempnyia showed clumped distributions, but the data for Gripopteryx and Tupiperla were inconclusive due to low numbers.
A distribuição espacial de ninfas de Plecoptera em córregos da microbacia do Rio das Almas, Pirenópolis, GO, foi estudada. Foram feitas duas amostragens (amostrador de Surber, 20 unidades de amostra aleatórias -- 2 m²) em 13 pontos de coleta, uma na estação chuvosa (janeiro/1994) e outra na estação de seca (julho/1994). Em cinco desses pontos, as coletas foram feitas mensalmente de junho/1993 a julho/1994. Nesses pontos foram registrados também a temperatura, a velocidade, a vazão, a condutividade elétrica e o pH, além da pluviosidade para a região. Para verificar se os plecópteros possuem distribuição agregada ou não, foi realizada coleta no ponto com maior riqueza de Plecoptera, onde as subamostragens foram individualizadas e posteriormente submetidas a análises estatísticas. Os fatores mais importantes na distribuição espacial dos plecópteros foram a altitude, a classificação hidrológica e a ação antrópica. Quanto à agregação, os gêneros Anacroneuria e Kempnyia tiveram distribuição agregada. Gripopteryx e Tupiperla tiveram distribuição aleatória, porém, em razão do baixo número, o resultado deve ser considerado inconclusivo.
Biblioteca responsável: BR68.1