Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Helminths infecting Mabuya dorsivittata (Lacertilia, Scincidae) from a high-altitude habitat in Itatiaia National Park, Rio de Janeiro State, Southeastern Brazil

F. D. Rocha, C.; Vrcibradic, D.; J. Vicente, J.; Cunha-Barros, M..
Braz. J. Biol.; 63(1)2003.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-445790

Resumo

We analysed the helminth fauna associated with the lizard Mabuya dorsivittata (Scincidae) from a high-altitude area in Itatiaia National Park, Rio de Janeiro State, Brazil. Of the 16 lizards examined, 12 (75%) were infected by at least one helminth. Only two helminth species were found: Physaloptera retusa and Skrjabinodon spinosulus (Nematoda), the former with a prevalence of 68.8% and a mean infection intensity of 3.6 ± 2.8 and the latter with a prevalence of 56.3% and a mean infection intensity of 2.6 ± 2.6. The helminth fauna of the studied population of Mabuya dorsivittata was considerably poorer than those of other previously studied populations of congeners.
Analisamos a fauna de helmintos associada ao lagarto Mabuya dorsivittata (Scincidae) de uma área de altitude no Parque Nacional do Itatiaia, Rio de Janeiro, Brasil. Dos 16 lagartos examinados, 12 (75%) estavam infectados por pelo menos um helminto. Apenas duas espécies de helminto foram encontradas: Physaloptera retusa e Skrjabinodon spinosulus (Nematoda), tendo a primeira prevalência de 68,8% e intensidade média de infecção de 3,6 ± 2,8 e a segunda prevalência de 56,3% e intensidade média de infecção de 2,6 ± 2,6. A fauna de helmintos da população de Mabuya dorsivittata estudada foi consideravelmente pobre em comparação com as de outras populações congenéricas previamente estudadas.
Biblioteca responsável: BR68.1