Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Phytoplankton nyctemeral variation at a tropical river estuary (Itamaracá - Pernambuco - Brazil)

R. Lacerda, S.; L. Koening, M.; Neumann-Leitão, S.; J. Flores-Montes, M..
Braz. J. Biol.; 64(1)2004.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-445870

Resumo

The Botafogo estuary is of socio-economical importance for Pernambuco State. It is located at the north of Santa Cruz Channel, Itamaracá, Pernambuco, Brazil (07º42'50"S and 34º52'10"W). There is a critical need to understand its functioning because of the rate at which this area is being converted to land uses. The phytoplankton dynamics was studied to enhance the knowledge of and verify the possible changes which have occurred in this ecosystem. Sampling was carried out with a plankton net 65 micrometers mesh size for qualitative data, and a Van Dorn bottle for quantitative data. Concurrent hydrological and chlorophyll-a data were collected. Samplings were made in one fixed station in July 1996 (rainy season) and December 1996 (dry season), at 3-hour intervals during 24 hours. Eighty-seven specific and infra-specific taxa were identified from net plankton samples. Diatoms were most frequent, mainly Coscinodiscus centralis and Odontella regia in the rainy and dry seasons, respectively. Phytoplankton density varied from 205,000 to 1,210,000 cell.L-1 in the dry season, and from 230,000 to 2,510,000 cell.L-1 in the rainy season, indicating eutrophic conditions. Most numerically abundant were the diatoms Cyclotella meneghiniana and Cylindrotheca closterium and the phytoflagellates. The ecosystem is polluted, and deleterious effects are minimized by the marine influence which allows periodic water renewal.
O estuário do rio Botafogo tem grande importância socioeconômica para o Estado de Pernambuco. Esse estuário está localizado ao norte do Canal de Santa Cruz, em Itamaracá, Pernambuco, Brasil (07º42'50"S e 34º52'10"W). Há uma necessidade crítica de entender seu funcionamento em razão de a área ser convertida em outros usos. A dinâmica do fitoplâncton foi estudada para aumentar o conhecimento sobre o grupo e verificar as possíveis mudanças ocorridas no ecossistema. Para o estudo qualitativo foram realizadas amostragens com uma rede de plâncton com abertura de malha de 65 micrômetros e, para o quantitativo, utilizou-se uma garrafa de Van Dorn. Paralelamente foram coletados dados de hidrologia e clorofila-a. As amostragens foram feitas em uma estação fixa em julho/1996 (período chuvoso) e dezembro de 1996 (período seco), em intervalos de 3 horas, durante 24 horas. Foram identificados 87 táxons específicos e infra-específicos no plâncton de rede. As diatomáceas foram as mais frequentes, principalmente Coscinodiscus centralis e Odontella regia, respectivamente, nos períodos chuvoso e seco. A densidade fitoplanctônica variou de 205.000 a 1.200.000 céls.L-1 no período seco, e de 230.000 a 2.510.000 céls.L-1 no chuvoso, indicando condições eutróficas. A maior abundância numérica foi das diatomáceas Cyclotella meneghiniana e Cylindrotheca closterium e dos fitoflagelados. O ecossistema é poluído e os efeitos negativos são minimizados pela influência marinha, permitindo renovação periódica.
Biblioteca responsável: BR68.1