Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Taxonomy, ecology, and geographical distribution of the species of the genus Thermocyclops Kiefer, 1927 (Copepoda, Cyclopoida) in São Paulo State, Brazil, with description of a new species

M. Silva, W.; Matsumura-Tundisi, T..
Braz. J. Biol.; 65(3)2005.
Artigo em Inglês | VETINDEX-Express | ID: vti-446035

Resumo

The taxonomy and ecology of the cyclopoid copepod genus Thermocyclops were studied. Samples were collected in 207 water bodies located in the 22 hydrographic basins of São Paulo State, Brazil, including large reservoirs, small and shallow lakes, and ponds and rivers. The genus Thermocyclops inhabits mainly water bodies within a limnetic region. Four species were found, of which one is new: Thermocyclops iguapensis, which occurred in the reservoirs of the Ribeira do Iguape and Paraíba do Sul basins. The description of the new species and the geographical distribution of all four species in São Paulo State are presented. Thermocyclops decipiens was the most frequent species, occurring in 71% of the water bodies within a limnetic region. This species is characteristic of eutrophic environments where it can occur in great abundance, whereas Thermocyclops minutus is characteristic in oligotrophic systems. Thermocyclops inversus and Thermocyclops iguapensis n. sp. were not common but can occur together with Thermocyclops decipiens.
Foram realizadas coletas em 207 corpos de água, distribuídos em 22 unidades de gerenciamento de recursos hídricos (UHGRH) do estado de São Paulo no período de 1999 a 2002, abrangendo grandes e pequenos reservatórios, lagoas marginais e grandes rios. Nestas coletas foram analisadas as espécies do gênero Thermocyclops quanto à taxonomia, distribuição geográfica e freqüência de ocorrência. O gênero Thermocyclops ocorreu em corpos de água com zona limnética bem desenvolvida e com raras exceções em ambientes estritamente litorâneos. Foram registradas quatro espécies, sendo Thermcyclops iguapensis espécie nova, que ocorreu nos reservatórios das UHGRHs Ribeira do Iguape e Paraíba do Sul. A descrição da espécie nova e a distribuição das quatro espécies são apresentadas, mostrando que Thermocyclops decipiens foi a espécie mais freqüente, ocorrendo em 71% dos corpos de água com região limnética desenvolvida. Esta espécie é característica de ambientes eutróficos, onde ocorre em grande número, e a espécie Thermocyclops minutus é característica de ambientes oligotróficos. Thermocyclops inversus e Thermocyclops iguapensis n. sp. não são espécies freqüentes, mas podem co-ocorrer com a espécie Thermocyclops decipiens.
Biblioteca responsável: BR68.1