Your browser doesn't support javascript.

Portal de Pesquisa da BVS Veterinária

Informação e Conhecimento para a Saúde

Home > Pesquisa > ()
Imprimir Exportar

Formato de exportação:

Exportar

Exportar:

Email
Adicionar mais destinatários

Enviar resultado
| |

Avaliação da incidência e fatores de risco da retenção de placenta em vacas mestiças leiteiras

Nobre, M.M.; Coelho, S.G.; Haddad, J.P.A.; Campos, E.F.; Lana, A.M.Q.; Reis, R.B.; Saturnino, H.M..
Artigo em Português | VETINDEX-Express | ID: vti-447880

Resumo

The incidence rate, risk factors and impact of retained placenta on the reproductive and productive performance of crossbred dairy cows was evaluated. The frequency distribution of retained placenta and also a Poisson multivariate analysis were developed for the following variables: year, calving season, lactation order, body condition score, gestation length, type of delivery, number and sex of calves. First calf heifers and multiparous cows, with and without retained placenta, during the rainy and dry season, had their average results compared in the following items: days from calving to first service, number of semen doses per conception, milk production up to 305 days and lactation peak. The incidence rate of retained placenta was 12.8%. The risk factors were: rainy calving season, 2nd, 3rd and above 4th lactation orders, body scores below 3.5 and greater than 4.0, abortion, stillbirth, premature birth, assisted birth and multiple birth. An increase of 51.2 and 27.5 days in the average interval between calving and first service, and of 1.2 and 0.6 in the average number of semen doses was observed in multiparous cows with retained placenta, giving birth during the rainy and dry seasons, respectively (P 0.05).
Avaliaram-se a incidência, os fatores de risco e o impacto da retenção de placenta tanto no desempenho reprodutivo quanto no produtivo de vacas mestiças leiteiras, considerando-se: ano e época de parição, ordem de lactação, escore de condição corporal (ECC), duração da gestação, tipo de parto e número e sexo dos bezerros. Utilizaram-se primíparas e multíparas, com e sem retenção de placenta, na época de chuva e de seca, para estudar: período de serviço, número de doses de sêmen/concepção e produção de leite em até 305 dias e no pico da lactação. A incidência da retenção foi de 12,8%. Os fatores de risco da retenção de placenta foram: período de chuvas, ordem de lactação - segunda, terceira e acima da quarta -, ECC abaixo de 3,5 e acima de 4,0 - aborto, natimorto, prematuro, parto auxiliado e parto gemelar. Verificou-se aumento de 51,2 e 27,5 dias no período de serviço e aumento de 1,2 e 0,6 no número de doses de sêmen, em multíparas com retenção de placenta que pariram no período de chuva ou seca, respectivamente (P 0,05).
Biblioteca responsável: BR68.1